Ame mais e julgue menos

Esses dias, o que tem ganhado a internet são fotos de um grupo de mulheres dos Estados Unidos que estão segurando cartazes mostrando as diferentes formas de criação. A ideia é do site coletivo Connecticut Work Moms, que busca estimular a tolerância entre nós mulheres que temos experiências diferentes com a maternidade ou fazemos escolhas opostas para seus filhos.

A campanha é de 2013, mas essa semana voltou com todo vapor nas redes sociais, pois mostra que para ser mãe não precisa de regras e sim muito amor. E principalmente não precisamos de julgamentos, dedos apontados para ninguém e sim de compressão e acolhimento entre todas as mães. 

Então trouxe algumas fotos para você. E para ajudar, fiz a tradução das frases em português. Confiram que campanha legal, e que tal aproveitar a volta da campanha e refletirmos? Será que realmente existe fórmula de sucesso na crianção dos filhos? Será que existe um jeito certo ou melhor? Para mim, NÃO! O que existe são mulheres, mães tentando dar o seu melhor, e querendo aceitar sempre! 
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
Ame mais e julgue menos
E aí, gostaram?

**Confira as fotos originais ---> ctworkingmoms.com

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

Ser mãe é uma linda história de amor que vai durar para sempre

Os mais lindos contos de fada sempre começam com um “era uma vez” e terminam com um “foram felizes para sempre”, como se dali pra frente nada mais fosse possível. Mas, a história que vou te contar agora também vai começar como nos contos de fadas. A diferença é que os personagens já são felizes para sempre há muito tempo e vão continuar sendo, isso ainda muito, mas muito longe do fim.
Era uma vez uma jovem que há nove anos atrás resolveu mudar de cidade; mudar de emprego e de ritmo de vida em nome do Amor. Acontece que o que essa jovem não previa era que essa mudança seria bem mais radical do que ela imaginava. Afinal, um ano e três meses depois, essa moça já estava com um filho lindo nos braços.

E só pra você saber, essa moça sou eu! Eu que nunca tive um passarinho pra tratar e a única vida que dependia exclusivamente de mim era a minha. De repente ouvia tudo gritar dentro de mim. E a única coisa que eu sabia era perguntar como seria dali pra frente.

Confesso que entrei em pânico. Tinha medo e não sabia se eu ia dar conta. E eu dei! Nunca desisti de nenhum desafio, não seria agora que eu iria abrir mão do maior e melhor deles. Era o meu filho dependendo de mim. Passei por muitas fases nesses sete – quase oito – anos como mãe. Algumas fases foram muito boas, outras nem tanto, mas todas elas muito engrandecedoras.

Uma coisa é certa, ser mãe é um processo de autodesenvolvimento e autoconhecimento incrível. Mesmo depois de muita lágrimas e inúmeros risos, e um processo importante de Coaching, eu sigo me transformando todos os dias; cada vez mais eu me transformo no melhor de mim através dos olhos do meu Pedro. 

Para Amar você tem que se amar, cuidar de si mesma, se elogiar, se dar um prsente, fazer coisas que você gosta, se aceitar com suas qualidades e defeitos. Se o Pedro me entende, aceita meus defeitos, me ama como eu sou, porque motivos, então, eu não me aceitaria?

Nosso Amor Próprio quando está em desequilíbrio, todas as áreas da nossa vida também se desequilibram, inclusive a relação com nossos filhos.

Sem Amor Próprio você não acessa seu Poder Pessoal que é o que te dá força e coragem para seguir, mesmo com todas as adversidades.

Ser mãe é maravilhoso, é divino! Aprendemos todos os dias sobre o Amor, sobre perdão, sobre compreensão, sobre saber ouvir e como se comunicar de maneira assertiva. Ser mãe é um dom, é sublime, é lindo! 

Eu tenho aprendido que ser mãe é mesmo desafiador, mas com o Amor, o Amor verdadeiro, genuíno, o mesmo Amor que você sente por você mesma, você vence todas as dificuldades com alegria e realização! Esse é o nosso grande desafio. Não perder de vista nosso Amor próprio a cada amanhecer. 

Com o meu Pedro e tudo o que eu aprendo com ele, o meu “viveram felizes para sempre” recomeça todos os dias. E é isso que desejo a todas as mulheres mães, neste mês dedicado a nós. Equilibrem seu Amor Próprio e vivam felizes para sempre!

Com Amor e Gratidão sempre!!!!

LEIA TAMBÉM:
Conecte-se com seu Amor Próprio e desperte seu Poder Pessoal: AQUI
Maternidade e Vida Profissional: Como conciliar? AQUI
Você tem sido grata pelas coisas que acontecem com você? AQUI

Como fazer RG e CPF das crianças em Minas Gerais

Uma das grandes dúvidas nos fóruns de mães e também nos grupos de mães, são como e quando fazer os documentos pessoais das crianças? Então para ajudar as mamães e papais de plantão, vamos colocar o passo a passo de como fazer RG e CPF das crianças em Minas Gerais e muitas outras dicas. 
Como fazer RG e CPF das crianças em Minas Gerais
A carteira de identidade , o RG - Registro Geral é uma facilidade para nós mamães. Você não precisa ficar carregando aquela folha plastificada, a certidão de nascimento do seu bebê pra todos os lados.  Além de ser mais prático carregar na bolsa, o RG serve como documento de embarque em viagens nacionais e internacionais dentro do Mercosul. É também uma forma de ter os dados da certidão de nascimento e do CPF no mesmo documento. 

Lembro que estas instruções se referem ao estado de Minas Gerais, o que pode alterar em outros municípios e estados.

DICA 1: FAÇA O CPF ANTES DE FAZER A CARTEIRA DE IDENTIDADE. PARA QUE O NÚMERO DO CPF JÁ CONSTE NA CARTEIRA DE IDENTIDADE.

Como Tirar CPF de Bebê?
Não há idade mínima para fazer CPF, ou seja, um bebê recém nascido já pode ter o seu. O CPF pode ser tirado nos Correios, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Tiramos o CPF dos meninos nos Correios. Fomos a uma agência e solicitamos o serviço. É necessário levar a certidão de nascimento do bebê, o documento de identificação dos pais e pagar uma taxa de R$ 7.00. Este procedimento é padrão para todo o país. É rápido e prático.

O número do CPF é liberado na mesma hora em um protocolo (papel) do correio com o número do documento. ATENÇÃO pois não existe a entrega de cartões de CPF como antigamente.  Caso deseje é possível imprimir um cartão no site da Receita.

→ Leve este protocolo com o número do CPF quando for fazer a identidade para que o numero seja colocado na carteira de identidade.

Como Tirar Carteira de Identidade das crinaças?
Não há idade mínima para fazer carteira de identidade, mas as digitais dos bebês estão totalmente formadas com 6 meses, acho melhor tirar após o sexto mês. 

Como disse acima, este passo a passo é aqui em Belo Horizonte. Acredito que em Minas deve ser muito parecido e talvez só não precise fazer o agendamento. Já para outros estados o procedimento difere bastante.

A carteira de identidade é feita pela UAI- Unidade de Atendimento Integrado (são postos de serviços prestados pelo estado aos cidadãos). Então, deve-se entrar no site www.mg.gov.br/servico/emissao-da-carteira-de-identidade-1a  ao final da descrição clicar no link Clique aqui para agendar seu atendimento presencial para este serviço

Na próxima tela você escolherá o município  e a unidade que deseja o serviço. Ao escolher a unidade, abaixo já aparece o calendário exibindo em verde os dias nos quais há disponibilidade de agendamento. Basta escolher a data e horário desejado, em seguida preencher os dados pessoais da crianças. Em seguida é só confirmar o agendamento. Você receberá um número que comprova que o agendamento foi realizado com sucesso.

Quais documentos são necessário para fazer o RG? 
  • 2 Fotos 3×4. As fotografias deverão ser recentes, de frente, com fundo limpo, impressas em papel fotográfico, 
  • Certidão de Nascimento
  • Para menores de 16 (dezesseis) anos, o pai, mãe ou responsável legal deve acompanhar o menor com documento oficial com foto que identifique o responsável sem rasuras, avarias ou violação do documento de identificação apresentado. No caso de representante legal que não seja pai ou mãe, deve-se apresentar o termo de guarda do menor (original e cópia).
  • O CPF  – o número pode ser incluído na Carteira de Identidade, mediante solicitação.
  • Observação: Os documentos devem estar em perfeito estado de conservação. Não serão aceitos documentos danificados, rasurados ou incompletos, em que não seja possível verificar todos os dados do solicitante.
DICA 2: Se o bebê for muito novo tire a foto dele em casa e mande revelar no tamanho 3×4. A carteira infantil pode ter foto sorrindo, mas exige-se que o fundo seja claro.

No dia marcado comparecer na unidade escolhida com 15 minutos de antecedência. Eles solicitarão os documentos necessários e em seguida colherão as digitais da criança. 

Normalmente em até sete dias o documento poderá ser retirado pelos os pais na mesma unidade com a certidão de nascimento da criança e o protocolo da solicitação.

A carteira de identidade tem tempo de validade?
Não, mas como as crianças mudam rapidamente, é recomendável tirar outra via no prazo de 10 anos. 

Fonte: www.mg.gov.br  acessado em 19/06/17

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

Comunique O QUE e não COMO

Hoje vamos falar sobre como comunicar O QUE você vende ou faz e não COMO. Vamos começar refletindo sobre os produtos que nós utilizamos no nosso dia a dia. Você certamente usa produtos de limpeza em casa, certo? Então, você pensa ou sabe como eles funcionam? Você se preocupa com isso na hora de comprar um produto de limpeza? Ou o mais importante para você é saber o que ele te dá de resultado? Reflita comigo. É mais importante saber como um limpa limbo funciona, ou saber que você não precisará esfregar a parede para ajudar o limbo sair? Por que será que quando vamos vender algo, quando vamos nos comunicar com nossos clientes a respeito dos benefícios dos nossos produtos ou serviços a gente se apega ao como produzimos ou fazemos aquilo? Por que nos prendemos ao como para convencer nossos clientes?

Vamos fazer um exercício prático para nos ajudar nisso?
· Escreva aí pra mim o que você vende;
· Escreva também quais são as características do seu cliente;
· Qual o benefício você gera com seu produto ou serviço?
· Agora escreva quais são as 3 coisas que você precisa convencer o seu cliente sobre o seu produto ou serviço;
· Dentre as 3 opções acima escolha a maneira mais curta, simples e clara de convencer seu cliente.

Pronto! Provavelmente agora você está mais próxima de entender como o seu cliente compra, você tem mais clareza da necessidade do outro.

O que é o funil de compras?
É muito importante parar de pensar em venda e começar a pensar em compra. É necessário saber como provar ao cliente que você vende exatamente o que ele precisa. É essencial fazer com que o cliente primeiro te compre para depois comprar o seu produto ou serviço. É preciso atrair e conectar para depois vender. Você deve andar junto com seu cliente na construção da percepção dele, para saber qual é o próximo passo que ele vai dar e para isso é necessário entender como funciona o funil de compra.
Comunique O QUE e não COMO
Como funciona o funil de compras?
Pensando no funil de compras você deve primeiro ATRAIR seu cliente. Sugiro que comece a falar sobre o problema que ele tem por ser seu cliente. Você deve fazer com que ele queira resolver o problema que você resolve. Você deve convencê-lo a ter uma vida sem aquele problema que você sabe resolver. É aqui que o seu cliente deve te comprar. Em segundo lugar você deve gerar EXPERIMENTAÇÃO. Aqui você começa a resolver o problema, você o surpreende para fazê-lo querer ser surpreendido novamente. Essa etapa é quando você gera conexão com o seu cliente para fazer com que ele queira mais do que você entrega. Aqui você deve gerar na pessoa a sensação de que ela precisa de você para resolver o problema dela. É nessa etapa que o cliente tem que querer ter acesso ao que você oferece, fazendo isso, ele quer saber quanto custa, porque ele já sabe quanto isso vale para ele. Aqui ele já pensa no esforço que terá que fazer para pagar pelo seu produto ou serviço. E finalmente você irá FECHAR o negócio. Aqui você dá acesso à sua solução. É importante estar atento ao fato de que na hora que você fizer a oferta, o seu cliente já tem que ter te comprado. E ele te compra na etapa de ATRAIR.

Como usar o funil de compras para o seu negócio:
· ATRAIR: Anote 3 idéias para convencer o seu cliente que ele precisa resolver o problema dele sem falar de você, do seu produto ou da sua empresa.
· EXPERIMENTAÇÃO: Anote 3 idéias de como você pode começar a resolver o problema do seu cliente, como se ele já tivesse te contratado.
· FECHAR: Esteja sempre atento ao fato de que para fechar o negócio é necessário que o cliente já tenha te comprado. Se ele ainda não te comprou, ainda não é hora de fazer a sua oferta.

O que é importante estar atento nessa metodologia de venda que usa O QUE e não o COMO?
1. Você não deve pular etapas!
2. Você não deve avançar sem o seu cliente!
3. Você deve fazer venda o tempo todo, porém a oferta deve ser feita somente na hora certa!
4. Seja referência para o seu cliente!
5. Entenda bem o caminho de compra que o seu cliente faz!

Espero realmente conseguir ajudar as leitoras do Blog Mãe de Primeira Viagem e contarei com a ajuda de vocês para alcançar este objetivo. Conto com as suas opiniões, questionamentos, dúvidas, críticas, elogios, solicitações de conteúdo. Enfim, interação! Assim vamos ajustando o foco e todas crescemos juntas.

Então teclas a obra e vamos lá! Vejo você no próximo texto. Sempre aberta a sugestões de temas. Sobre o que você quer que eu escreva? Sobre qual assunto você quer aprender mais?
Autora: Kika Moreira

Seu filho precisa mesmo ser tão feliz?

No meu tempo de criança, os pais eram pessoas esforçadas pelo sustento da família. Com ostentação ou sem, as pessoas eram mais preocupadas com o trabalho do que com ser feliz. Talvez por isso, já que filhos querem sempre fazer tudo diferente dos pais, agora todo mundo quer fazer o filho feliz, acima de tudo. Isso explica os valores escandalosos que se paga hoje em dia por uma festa de aniversário, a quantidade de brinquedos que as crianças têm e o número enorme de brasileiros indo para a Disney, às vezes para passar o final de semana. Claro que existe a culpa de muitos pais que trabalham demais e tentam compensar os filhos de alguma forma. Mas reflexo da culpa ou não, as crianças de agora nasceram para ser felizes. Será que está certo isso?
Seu filho precisa mesmo ser tão feliz?
Vamos lembrar da nossa infância. Eu pelo menos, era muito feliz. Brincando com minha amiga que morava na casa ao lado, passávamos horas penteando o cabelo uma da outra, ou fazendo comidinha com as plantas do jardim. A maior aventura de que me recordo era brincar de pega-pega com o meu cachorro. Muito básico para você? Acontece que meu cachorro se transformava em uma onça que na verdade era uma Medusa, então em um simples olhar, ele poderia nos transformar em pedras. Por isso estávamos sempre equipadas com frascos vazios de shampoo cheios de água que explodiam como granadas quando caiam no chão. Pois é, criança vem com imaginação de berço. Por isso não precisa ir até Orlando ver os espetáculos de fogos de artifício para ficar maravilhada. Aliás, cá entre nós, já estive na Disney 3 vezes (2 em Orlando e 1 em Paris) e nunca vi tanta criança triste em um parque. Chorando, cansadas, angustiadas, com as mães e os familiares estressados. Claro, já viu o tamanho do lugar? E a quantidade de informação? E de sorrisos maquiados, brilhos, alegria explosiva? Gente, somos humanos. Isso não é um filme. É vida real. Não somos super heróis, nem princesas. Seu filho vai comer aquela salsicha processada junto com aquele pão velho de uma lanchonete linda com várias coisas girando, e pode ser que passe mal. E ai? Não! Não pode passar mal na Disney. Tem que curtir. Tem que ser feliz.

Eu trabalhei para a Disney traduzindo todos os materiais para português durante 4 anos. Sou encantada com a empresa e com o negócio em si, gosto de ir porque moro a 300 quilômetros de distância, temos o passe anual então é um programa barato em um lugar super organizado e bonito na maioria das vezes. Só estou usando de exemplo porque sei que é uma viagem muito cara para se fazer do Brasil mas isso não está impedindo cada vez mais brasileiros de fazerem. Minha pergunta usando este exemplo é: será que precisamos fazer tanto pelos nossos filhos? (Viagem de 8 horas de avião, filas intermináveis, kilômetros e mais kilômetros de parque de diversão) Eu suponho que não. E que está errado os pais sentirem que são responsáveis por fazer dos filhos, pessoas felizes. De onde tiramos essa ideia maluca?

O que eles precisam na verdade é de adultos para educá-los. E como adultos é claro que estamos ocupados. Com a família, com o trabalho, com as funções da casa. Se nessa lista se somar “a felicidade do(s) meu(s) filho(s)” alguém vai ficar muito sobrecarregado e frustado. Talvez seu filho, talvez você, talvez todo mundo. É chato tentar e não conseguir. Já pensou como sente os pais que pagaram a viagem em 6 vezes, passaram 8 horas na lata de sardinha, mais 1 hora em um brinquedo se o filho sair do brinquedo chorando?

Uma vez eu li o livro Encantador de Cães e fiquei fascinada com o raciocínio simples que o genial Cesar Millan escreve ali. Ele diz que cães só vão obedecer quem eles respeitam. E para ganhar respeito, é preciso ser a autoridade, é preciso colocar ordem antes do amor. Agora tente trocar a palavra “cães” por “filhos”, dá no mesmo. Autoridade é o contrário de democracia. Os pais não podem estar sempre abertos “o que querem comer, o que vamos fazer hoje, onde vamos passar as férias”. Entende como é complicado para a criança ouvir isso? Sentir que não existe uma ordem. Ela no auge dos seus 4 anos (ou por volta disso) é que precisa saber, querer e lidar com seus desejos. Meu Deus, está tudo errado ai. No meu tempo de criança, minha mãe interrompia a brincadeira trazendo uma bandeja com uma limonada fresca e biscoitos Maria. Sempre que lembro dessa cena (que aconteceu várias vezes) ela aparece iluminada como uma fada. O que eu sentia era: Nossa, ela é mágica! Como ela sabe que estamos com fome e com sede? Teria sido bem diferente se ela tivesse aparecido e perguntado: querem lanchar? vão querer sorvete ou pode ser biscoito mesmo? Estava pensando em fazer uma limonada, vocês vão beber? Ou é melhor eu trazer um suco de uva?

Infelizmente não estou escrevendo isso porque já aprendi a lição depois de ler o livro. Estou tentando aprender. E só estou escrevendo sobre isso porque descobri que tenho errado bastante. Desde que nos mudamos para Miami, fico com pena e compaixão por qualquer expressão de sofrimento que meus filhos tenham. Porque sei que é difícil para eles. E até esqueço que é difícil também para mim. Minha vida mudou completamente. Mas nem lembro disso. Só penso neles. A consequência? Minha filha de 4 anos cada dia faz uma coisa para me irritar. E então percebi que ela está fazendo isso porque eu estou irritando ela. E porque? Porque estou aberta todos os dias para ouvir, para entender o lado dela. Não parece errado à princípio, certo? Mas está errado. Criança precisa de adulto, alguém que tenha um norte, e ela acompanha o caminho, se frustando, entendendo seus limites e entendendo, porque não, que a vida não é um parque de diversões cheio de pessoas fantasiadas sorrindo para você o dia todo. A vida é para evoluir. Vamos tentar evoluir como pais antes que eles cresçam. Já pensou como deve ser frustante a adolescência de uma criança que sempre teve uma, duas, ou mais pessoas prontas a atender seus pedidos? Como deve ser difícil perder para um adulto que passou a infância sempre ganhando? Nem que a custa de 12 sofridas prestações para os pais?

Educar dá mais trabalho do que servir o sorvete antes do jantar, já que seu filho está querendo tanto. Educar envolve mais compromisso do que pagar as 6 parcelas da viagem mágica. Educar é coisa de gente grande. Deve ser por isso que crianças não podem ter filhos. Porque filhos precisam de adultos. Parece que esse é o grande problema da minha geração, não queremos ser adultos. Outro dia vi um post sobre a crise dos 25 anos. Levei o maior susto! A maioria das pessoas que conheço estão nessa crise aos 35 (ou mais). Está na hora de dar esse passo. Parar de focar só na diversão e na felicidade e evoluir, amadurecer. Todo grande passo na vida acontece quando a gente faz aquilo que é desconfortável. Já aprendemos muito sobre diversão e entretenimento, que tal agora aprender a viver?
Fonte: Escrito por Cris Leão via Antes que eles cresçam

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

Festa Junina mais saudável

Olá pessoas lindas! Esse mês de junho venho trazer paras vocês algumas dicas para comemorar as festas de São João e consumir as comidinhas típicas de forma saudável e com equilíbrio. 
Festa Junina mais saudável
Vamos combinar que nessa época se nos rendermos a todas as tentações dos pratos típicos em exagero, a quantidade de calorias, açúcar e gordura ingerida cairá como uma bomba em nosso organismo. Mas então nutri o que fazer? Passar vontade? Não comer? De forma alguma, a confraternização faz parte do convívio social, a alegria de estar junto de quem amamos e partilharmos desse momento com esse ritual maravilhoso que é a alimentação não tem preço! Então celebre, partilhe, porém com moderação! Se consumidos com parcimônia esses pratos típicos não vão prejudicar de forma alguma a sua saúde, salvo em exceções como por exemplo pessoas diabéticas que devem consumir versões próprias e específicas para essa condição sempre com orientação médica e nutricional.

Outra dica é se aventurar pela cozinha, escolher e preparar versões mais saudáveis desses pratos. Um exemplo é o milho cozido que geralmente vai manteiga ou margarina por cima. Então o ideal é deixar a manteiguinha de lado e consumir essa delícia purinho mesmo. 

A canjica, o doce de arroz, a broa de fubá e outras preparações doces podem ser adoçadas apenas com açúcar demerara ou mascavo de preferência e em pouca quantidade, apenas o necessário, não precisa de acréscimo de leite condensado ou açúcar em demasia. Pode-se também utilizar leites vegetais como leite de côco no lugar do leite de vaca na canjica, no arroz doce, nos bolos que também fica uma delícia. 

As bebidas como quentão podem ganhar versões sem álcool e as frutas cortadinhas, em forma de espetinho ou inteiras também podem fazer parte da mesa do São João, assim como os espetinhos de legumes com queijo.

A seguir, uma sugestão de uma outra forma de preparar a famosa e típica canjica ou mungunzá em algumas regiões: 

INGREDIENTES:
250 gramas de canjica previamente cozida em panela de pressão
½ litro de leite de coco caseiro
½ xícara de açúcar demerara
2 colheres de sopa de biomassa de banana verde (opcional)
3 colheres de sopa de coco ralado 
Canela e cravo a gosto
Raspas de casca de laranja ou tangerina (opcional)
Cardamomo a gosto (opcional)

PREPARO:
Coloque todos os ingredientes em uma panela e ferva por aproximadamente 20 a 25 minutos e prontinho! Se delicie, mas não se esqueça da moderação e equilíbrio sempre!

Feliz São João!
Eliane A. Alves Novais
Nutricionista Clínica e Materno Infantil- CRN13111
Panelinhas Kids Nutrição Materno Infantil
@panelinhaskids
Tel: 31 999466710

Confira 9 dicas para viajar de avião

Seguindo essas instruções, com certeza, sua viagem será muito mais confortável!
Viajar de avião é muito legal mais sempre gera um monte de dúvidas! Que roupa devo usar? O que posso levar na mala de mão? Vou levar as crianças, será que esse tipo de transporte é seguro para elas? Tenho labirintite e agora? Essas são apenas algumas questões frequentes de quem vai viajar por esse meio de transporte, principalmente, quando é pela primeira vez! Para ajudar você, é claro que preparamos várias dicas! Vem conferir!

1-Alimentação:
Muita gente tem dúvida em relação ao que comer antes da viagem de avião! A nossa dica é a mais simples possível: procure ingerir comidas que sejam leves! Isso vai facilitar o seu processo de digestão e, certamente, vai evitar um monte de problemas!
Alimentação em avião.jpg
2-Roupas:
Se para algumas pessoas já é difícil se vestir para ocasiões do dia a dia, imagine para uma viagem de avião! Nesse caso, a dica é usar roupas confortáveis e evitar aquelas peças que são muito justas, sabe? Isso porque, muitas vezes, o corpo pode sofrer um leve inchaço! E isso incomoda muito! As roupas de algodão e bem larguinhas são as mais indicadas! Ah, não se esqueça de levar em consideração o clima do destino que você vai! É frio? Tenha em mãos um casaco!
mala no avião.jpg
3-Mala de mão:  
É muito bacana na viagem ter uma mala de mão ou uma mochila. O tamanho, geralmente, depende de companhia para companhia! Nada de exagerar! Mas o que pega é o que pode e o que não pode colocar nessa mala! Leve medicamentos essenciais (não esqueça da receita), aparelhos como notebook e celular e casaco. Esses são alguns itens que penso que são os mais importantes! Você também pode levar um lanchinho, desodorante de até 100 ml, escova e pasta de dente de até 100 ml. Não pode, de maneira alguma, levar objetos pontiagudos! Ok?
mala de mão.jpg
4-É possível deixar a viagem mais confortável?
Claro que sim! Infelizmente, as viagens muito longas causam desconforto e para deixá-la melhor, além das roupas confortáveis, você pode utilizar uma máscara para os olhos para garantir aquele cochilo, protetores de ouvido e travesseiro para o pescoço.
viagem mais confortavel.jpg
5-Minimize o jet lag
Quem nunca ouviu falar de jet lag? Ouvir é provável que sim, mas muita gente não sabe o que isso significa! O termo não tem uma tradução literal para o português! Porém, de uma forma bem simples, significa aquele mal estar causado pela troca de fuso horário. Nesse caso, o mais importante é você tentar se habituar aos costumes do destino escolhido. Ao preparar sua viagem, veja a possibilidade de se programar para chegar na cidade no período da manhã! Tente não dormir ao chegar no hotel. Pode parecer difícil, mas esse esforço vai ajudar seu organismo a entrar no novo ritmo!

6-Tenho labirintite, posso viajar de avião?
Labirintite é algo que realmente causa muitos incômodos! Mas isso não quer dizer que você não possa viajar de avião. Aqui a ideia é que você consulte um médico especialista, que vai indicar algum medicamento para tomar antes do voo! Com essa medicação a viagem será sucesso! A única proibição é caso você já esteja em crise de labirintite. Nesta situação é melhor esperar e seguir a dica acima!

7-Evite inchaço nos pés:
Viagens longas de avião, principalmente as internacionais, causam um certo inchaço nos pés. É importante que você se movimente dentro do avião – no corredor, mecha os seus pés e joelhos – mesmo que sentado e use sapatos confortáveis. Todas essas pequenas ações vão auxiliar sua circulação e, consequentemente, na diminuição do inchaço nos pés.

8-Viagem de avião com crianças:
Viajar com crianças ou com bebês sempre gera muita preocupação, não é mesmo? Afinal as mamães e os papais de plantão sempre querem proporcionar o melhor para os pequenos. Neste sentido, ao escolher a companhia aérea pesquise se ela tem bercinhos e espaço para a montagem deles e também itens que possam entreter crianças como: brinquedos e filmes. Se você puder gastar um pouco a mais, outra possibilidade é comprar um assento exclusivo para o bebê e prender a cadeirinha. Lembrando que bebês de menos de dois anos não pagam passagem em voos domésticos.
9-Não vá perder o voo eim?
Gente, não há nada mais terrível do que perder o avião! Por isso, veja com a sua companhia área o horário certinho do check-in! Geralmente é necessário chegar com uma hora de antecedência em voos nacionais e duas horas nos internacionais.

Essas são as nove dicas para garantir mais tranquilidade para a sua viagem de avião! Gostaram? Tem mais alguma coisa que você faz para minimizar os desconfortos durante esse tipo de viagem? Caso tenha alguma dica legal, conte nos comentários! Sua opinião é muito importante!  

Por: Matheus Bertoluci
Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

O AMOR PARA AS CRIANÇAS

AMOR... Como uma criança sabe que amamos ela? Para mim as atitudes dizem muito mais que as palavras que saem de nossos lábios. E claro que digo ''EU TE AMO'' diversas vezes aos meus filhos e eles escutam, mas tenho certeza que não entendem a gradeza dessas palavrinhas. Pois as crianças aprendem sobre o amor de uma forma bem diferente. 

Para elas Amor é...
O AMOR PARA AS CRIANÇAS
Foto: Elaine Fukuyama

Quando pegamos no colo, fazemos cafuné, beijamos, abraçamos, mesmo sem motivos... É AMOR
Quando chegamos do trabalho cansadas, mas mesmo assim brincamos com ela... É AMOR
Quando seguramos sua mão, para que ela não sinta medo... É AMOR 
Quando rolamos no chão, fazemos caretas e palhaçadas, parecendo uma criança...É AMOR
Quando ela não consegue, entendemos e a ajudamos ... É AMOR
Quando acordamos de madrugada só para cobrir ela... É AMOR
Quando ela chora e você oferece seu colo... É AMOR
Quando você respeita ela de todas as formas, entendendo que ela é um ser humano maravilhoso mas não é perfeita...É AMOR

É AMOR... todas as vezes que lembra dela no trabalho, todas as vezes que deixa tudo para sorrir ou chorar com ela, todas as vezes que o coração aperta na vacina ou no remédio, todas as vezes que compra roupas para ela e esquece de você, todas as vezes que leva uma lembrancinha para ela do trabalho ou guarda um pedaço de bolo.

É AMOR, todas as vezes que quer desabar mas continua forte. Todas as vezes que o coração chora mas os lábios sorrir. Todas as vezes que você a vê, mas enxerga sua alma!

Lembre-se: As crianças precisam daquele amor simples, sem custo, impagável. Esse amor que realmente vale a pena! Esse amor que te faz caminhar e seguir enfrente. 

Elas querem você, não o que você pode dar a elas, elas querem seu tempo, seu carinho, seus olhos e ouvidos, elas te querem por inteiro, com suas qualidades e defeitos, do seus beijos estralados, do seu olhar fraterno… Elas precisam da gente fazendo cócegas, dando aquele cafuné gostoso e as fazendo sorrirem, mostrando um mundo cheio de cores e arco iris. Segurando as mãos juntos, ensinando e aprendendo e tornando elas seres humanos mais confiantes (emocionalmente e fisicamente).

O amor para as nossas crianças está em tudo aquilo que nos dispomos a FAZER e SER e não a pagar.

É claro que é muito bom ter roupas de marca, brinquedos do ano. Mas as lembranças mais lindas e emocionantes que guardarão, são da infância, jogando bola no parque, brincando com areia, sentados na lama, provavelmente sujas, suadas e descabeladas...E com você! 

Você sabia? Aprendemos sobre o amor, sendo amados. Não existe teoria, descrição ou fórmula. É só coração, carinho e união. Somente o amor é capaz de oferecer uma paz que dinheiro nenhum é capaz de comprar.

Por isso:
Ame mais, abrace mais, pois não sabemos quanto tempo temos para respirar!

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

Dicas de decoração para quarto de bebe

Dicas de decoração para quarto de bebe
Imagem: AQUI

Dicas de decoração para quarto de bebê

Para os pais não há preocupação melhor que organizar o quarto do bebê. É sempre um cômodo da casa que traz muitas dúvidas em questões de decoração, mas saiba que existem milhares de opções para escolher. Atualmente consegue-se decorar quartos de bebê até sem saber o sexo. Os estilos decorativos mais procurados atualmente são o provençal e o clássico.
Dicas de decoração para quarto de bebe
Imagem:AQUI

Decorações quarto de bebê
Importante frisar que além de ter uma decoração impecável no quarto é preciso lembrar do aspecto da segurança e conforto para a criança. Os móveis que são fundamentais nesse cômodo são o berço, trocador, guarda-roupa e poltrona de amamentação. Se preferir não usar cores neutras e sim pintar o espaço específico ao sexo do bebê, são inúmeras opções tanto para as meninas quanto os meninos. Para as meninas os temas de decorações mais escolhidos são de princesas, borboletas ou bonecas. Para os meninos os mais utilizados são de ursinhos e marinheiros, que com um azul marinho são uma ótima alternativa.

Uma dica importante é a questão da ventilação e iluminação, sempre mantenha as janelas mais longe possível do berço, assim se livrando da preocupação de quedas e entrada de insetos. Coloque luminárias presas na parede, que podem dar um toque lindo, mantendo a iluminação baixa e tranquila para o bebê.
Dicas de decoração para quarto de bebe
Imagem: AQUI
Escolha dos móveis e enfeites
O berço com certeza é um móvel em que a escolha deve ser minuciosa, sendo essencial que a criança possua um lugar seguro para descansar. Coloque um guarda roupa ou cômoda de uma cor que combine com o papel ou adesivo de parede do quarto, e que seja espaçoso para colocar as peças do enxoval ou itens de higiene. O trocador é um utensílio que pode vir com uma cômoda ou avulso. Compre um que seja aconchegante. A poltrona já é um item onde os pais tem que se sentir confortáveis, pois o mesmo é utilizado diversas vezes ao longo do crescimento do bebê.

Nas paredes, para deixar o chão mais espaçoso, procure colocar prateleiras ou nichos, que são perfeitos para colocar enfeites, porta-retratos e brinquedos. E falando nos brinquedos, um local para deixar a decoração mais linda e o quarto mais organizado é um baú, podendo até usar para botar as roupas de cama.

Use tons de cores claros e evite exagerar na quantidade de decoração, tente manter o ambiente clean. Pequenos quadros com imagens que abordam a temática escolhida para o quarto também ficam maravilhosos.


Por: Matheus Bertoluci

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

TODO DIA É DIA DE... COMO APROVEITAR AS DATAS COMEMORATIVAS PARA LUCRAR MAIS.

Olá querida mãe e empreendedora! 
No texto anterior, falamos a respeito de como você pode aproveitar as mídias digitais para consolidar sua marca, criar relacionamento com os atuais e futuros clientes, divulgar seu produto/serviço e que pode e deve produzir conteúdos diversificados para atingir tais objetivos. 

COMO APROVEITAR AS DATAS COMEMORATIVAS PARA LUCRAR MAIS.
Uma outra boa estratégia para gerar mais visibilidade e aumentar seus ganhos por meio dessas ferramentas é considerar que TODO DIA É DIA DE...

O que isso quer dizer?

Que todo dia você tem uma oportunidade de criar uma nova campanha, conteúdo e estratégia para atrair seu cliente. E isso pode ser feito de duas formas: direcionando algo para o seu público/nicho de mercado ou aproveitando a sazonalidade comercial.

Direcionar algo para seu publico/nicho seria por exemplo uma empresa de estética focada apenas no público feminino, lançar um desconto especial todo mês para as mulheres de uma determinada profissão. Por exemplo: em agosto se comemora o dia do psicólogo, então nesse dia, quem for psicóloga ganhará um desconto especial em algum serviço e assim por diante.

Já a sazonalidade se refere a datas que são comercialmente ativas ao longo do ano: janeiro (férias), fevereiro (carnaval), março (dia internacional da mulher), abril (páscoa) e assim por diante. Pense em como seu negócio pode se inserir nessas datas de alguma forma... seja realizando um campanha, gerando um conteúdo relevante ou simplesmente valorizando esse momento.

Por exemplo, se você mexe com doces personalizados, a Páscoa, Dia das Mães, dos Namorados, dos Pais, das Crianças e Natal podem ser consideradas datas altamente relevantes para o seu calendário de promoções porque você pode personalizar o seu produto para atender a essas demandas específicas. Mas os outros meses não precisam passar em branco... você pode lançar promoções, se concentrar na geração de uma nova linha de produtos etc.

O importante é manter o seu negócio em movimento. Mas calma... não saia afoita fazendo ofertas e promoções todos os dias, enchendo sua página de facebook de todas a campanhas que você puder imaginar. Se prepare, organize um cronograma e entenda como seu negócio pode aproveitar tais momentos que gerem resultados a seu favor.

Abaixo trago um exemplo de cronograma e plano estratégico de campanhas que trabalho em meus processos de Coaching para Mulheres Empreendedoras. O foco é criar um calendário anual com essas datas e a partir disso realizar um planejamento de como serão realizadas essas campanhas, se atendo ao fato de que para vender algo aproveitando a sazonalidade, a linha de produtos e a campanha precisam começar antes.
COMO APROVEITAR AS DATAS COMEMORATIVAS PARA LUCRAR MAIS.
Se será a primeira vez que fará isso, é interessante avaliar ao final de cada campanha se foi ou não efetiva. Isso pode lhe ajudar a definir pro próximo ano se a data sazional entrará em seu cronograma ou se algo em sua campanha deve ser alterado para atingir melhores resultados da próxima vez. Além disso, é importante estar ciente de que ao mesmo tempo que as campanhas estão acontecendo, você também está atendendo seu público geral, ou seja, enquanto está recebendo encomendas para o Dia das Mães, por exemplo, também está fazendo doces para festas infantis, aniversários em geral etc. Por isso um bom planejamento é fundamental!

Então pegue papel e caneta, pense em como sua empresa pode aproveitar datas comemorativas e seu nicho de mercado para realizar campanhas que sejam estratégicas para o seu negócio e crie esse cronograma. E uma dica: deixe esse cronograma em um local visível para que possa se manter concentrada em realizar o que planejou.

Um grande abraço e até a próxima!
Eliene Oliveira
E-mail: contato@elieneoliveira.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...