NOVO ESPETÁCULO: A Bela e a Fera

Em 2017 a Copas Produções traz o Projeto Escola, que visa promover arte e cultura para os alunos de escolas públicas e particulares a preços acessíveis. Com isso, ao longo de todo ano, realizamos várias sessões dos nossos espetáculos para os educadores integrarem esse Projeto nas atividades dos estudantes, proporcionando conhecimento e diversão. 

E para este projeto a Copas Produções leva aos palcos o Musical “A Bela e a Fera”. O título foi escolhido por vocês: diretores, coordenadores e professores que votaram em nossa enquete feita em 2016. Esta história de amor está cheia de personagens inesquecíveis, cenas fantásticas e figurinos deslumbrantes, além de belas canções. Escrito em 1740 por Gabrielle-Suzanne Barbot, o clássico apresenta diversas versões ao longo do tempo, mas foi em 1991, com a animação da Walt Disney, que “A Bela e a Fera” conquistou o mundo. Em 1994, a história ganhou os palcos da Broadway, onde ficou em cartaz até 2007. A montagem da Copas Produções tem 35 profissionais envolvidos, 15 atores, mais de 40 luxuosos figurinos, cenários virtuais e efeitos especiais incríveis preparados para criar toda a magia que envolve a história.

Em uma pequena aldeia vive Bela, uma jovem inteligente que é considerada estranha pelos moradores, e seu pai, Maurice, um inventor que é visto como um louco. Certo dia, o pai da garota vai para uma feira demonstrar sua nova invenção e se perde na floresta. Desesperado, procura abrigo em um castelo, mas acaba se tornando prisioneiro de uma Fera. A Fera é o senhor do palácio, um príncipe que foi amaldiçoado por uma feiticeira. Quando Bela sente que algo aconteceu ao seu pai, vai a sua procura. Ela o encontra e faz uma proposta para Fera: se seu pai fosse libertado ela ficaria ali para sempre. A Fera aceita. É nesse momento que os moradores do castelo – toda a criadagem que foi transformada em objetos falantes – sentem que pode ser a chance de o feitiço ser quebrado. Mas isso só acontecerá se a Fera amar alguém e esta pessoa retribuir o seu amor. No entanto precisa ser rápido, pois quando a última pétala de uma rosa encantada cair o feitiço não poderá mais ser desfeito.

VEJA TAMBÉM!

A Bruxinha que era Boa
O espetáculo conta a história de Ângela, uma bruxinha diferente das outras que frequentam a Escola de Maldades da Floresta e que estão sendo preparadas para serem as piores bruxas. Caolha, Fredegunda, Fedorosa e Fedelha, juntamente com Ângela, serão avaliadas pelo bruxo mais malvado da floresta, que escolherá a pior bruxinha de todas e a premiará com a tão sonhada vassoura a jato.

O Rei Leão
Mufasa e a rainha Sarabi apresentam ao reino o herdeiro do trono, Simba, que, ao nascer, recebe a bênção do sábio babuíno Rafiki. Ele cresce feliz sob os cuidados dos pais, do fiel calau Zazu e de sua amiga Nala, mas é envolvido nas artimanhas de seu tio Scar, o invejoso irmão de Mufasa, que planeja se livrar do irmão e do sobrinho e herdar o trono.

O Pequeno Príncipe
A peça narra da história de um aviador que, após uma pane em seu avião, acaba parando no meio do deserto do Saara, na África. Perdido e tentando fazer com que seu avião volte a funcionar antes que sua reserva de água acabe, o aviador é surpreendido por um menininho com roupas estranhas, cabelo da cor de trigo e que lhe enche de perguntas.

Os Saltimbancos
O musical conta a história de quatro animais que se encontram numa estrada, fugindo de seus patrões por maus tratos. Eles formam um conjunto musical e através desta união, conseguem ser felizes. Seguem então um caminho de liberdade e harmonia rumo a um futuro melhor, onde o amor, o respeito e a amizade são os lemas de suas vidas.

Peppa Pig - O Musical
A adaptação da Copas Produções é um espetáculo dinâmico e interativo, fazendo com que as crianças participem com os atores durante a apresentação. Em “Peppa Pig”, as crianças aprendem valores como conservação do meio ambiente, o valor da amizade e a importância da família.

Pluft! O Fantasminha
Clássico de uma das mais importantes dramaturgas de peças infantis do mundo, a brasileira Maria Clara Machado - espetáculo infantil de 2012 produzido em BH vencedor do Prêmio de Melhor Espetáculo Infantil de Minas Gerais pelo 10º Prêmio Usiminas Sinparc de Artes Cênicas.

Não perca a oportunidade de levar seus alunos para se encantar e divertir!

Faixa etária indicada: 01 aos 14 anos de idade (exceto para Peppa Pig , cuja faixa etária é de 01 a 10 anos)

APRESENTAÇÕES:
De Abril a Novembro de 2017
Horário das sessões e local das apresentações sob consulta

VALOR POR CRIANÇA:
ESCOLA PARTICULAR: R$ 15(quinze reais)
ESCOLA PÚBLICA R$ 9 (nove reais) 
(OBS: PROFESSORES, COORDENADORES E DIRETORES SÃO CONVIDADOS)


Para agendar sua escola, ligue

(31) 2516.6911 | (31) 98811.6911 | (31) 99198.1312 (whatsapp)
Você também pode mandar um e-mail para copasproducoes@gmail.com


Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

5 Razões pelas Quais o Seu Negócio vai Fracassar

O maior receio de um empreendedor é ver seu negócio ir por água abaixo. E existem muitas coisas que podem fazer com que isso aconteça.
Alguns negócios nascem bem sucedidos, enquanto outros já começam fracassados, mas isso não tem nada haver com as pessoas envolvidas, o que faz um negócio ter sucesso é uma série de ações que precisam ser feitas ao longo do processo.

Um empreendimento sempre nasce da vontade que temos de fazer algo por nós mesmas, algumas pessoas possuem a veia empreendedora forte, enquanto outras preferem ficar em empregos fixos, pois sentem-se mais seguras.

Empreender é correr riscos, e apenas as pessoas mais determinadas aceitam essa possibilidade. Fracassar e fazer tudo de novo? É uma característica necessária, já que nunca sabemos o que irá acontecer, além de ser uma qualidade desejável para qualquer um que queira ter um negócio próprio. Além do mais...Será mesmo que o que aconteceu foi um fracasso ou desistiu antes de dar certo?

5 motivos que farão seu negócio ir por água abaixo
Como falei acima, inúmeras coisas podem fazer um negócio fracassar, mas existem alguns elementos básicos que não podem faltar de jeito nenhum. Veja 5 coisas que detonam um empreendimento.

1 – Falta de planejamento
Você tem todo seu negócio na cabeça e consegue até ver tudo funcionando? Ótimo! Mas, é preciso colocar tudo no papel, determinar tarefas, estipular datas, projetar resultados, delegar tarefas. Nem que sejam anotações em uma agenda velha, você precisa escrever o planejamento do seu empreendimento.

2 – Falta de dedicação
Isso costuma acontecer quando entramos em um negócio pelo motivo errado. Quando queremos empreender apenas por conta do dinheiro, chega um momento que não temos mais aquele ânimo para fazer as coisas acontecerem. Então, comece um negócio apenas se ele for a coisa que você gosta de fazer, às vezes dinheiro não é tudo.

3 – Falta de Investimento
Toda empreendedora precisa ter um fundo de reserva para investir no seu negócio. O ideal é tirar uma parte dos lucros e recolocar no empreendimento. Essa é a melhor maneira de escalar os resultados para aumentar os lucros. Se você ganhar R$ 100,00 separe a terça parte para reinvestir, guarde outra terça parte e a outra você pode usufruir.

4 – Falta de divulgação
Sua loja é linda, os preços muito acessíveis, mas faltam clientes. Isso é comum em muitos negócios físicos e digitais, e o motivo disso acontecer é a falta de divulgação, ou divulgação feita para o público errado. Use e abuse da internet para mostrar seu empreendimento ao mundo. Conheça bem seu público e crie anúncios que chamem a atenção dessas pessoas. Sabe o investimento do item 3? Aqui é o melhor lugar para colocar ele.

5 – Falta de vendas
Ok, dinheiro não é tudo, mas é o combustível de todo negócio. Por melhores que sejam as intenções de ajudar (como muitos dizem no marketing digital), sem vendas um empreendimento não sobrevive. E, para vender bastante e desenvolver um bom negócio, você precisará prestar bastante atenção, e evitar, todos os itens acima.

Alguns planos podem dar errado no meio do caminho, basta ir readequando as coisas e sempre perseverando, se você desistir no primeiro obstáculo, nunca realizará o sonho de ter seu próprio empreendimento.

Autora: Cirlene Alves

Maternidade e Vida Profissional: Como conciliar?

Maternidade e trabalho são mundos distintos. Então, como lidar com ambos? Hoje a mulher possui direitos trabalhistas que foram conquistados com muita luta, ao longo da história, mas, por outro lado, a maternidade é um direito existencial que lhe foi atribuído desde a sua existência. Em todos os aspectos as preocupações e dúvidas são inúmeras e é isso que vamos tentar ajudar a esclarecer aqui!
Maternidade e Vida Profissional: Como conciliar?
A importância da mulher no trabalho
As conquistas das mulheres no mercado de trabalho ocupam um espaço recente na história. As transições do espaço privado - como a casa da família - para o espaço público - como o trabalho - iniciaram-se no fim do século XIX e início do XX, através do movimento denominado “feminismo”. 

Foi exatamente em 1850 que os primeiros sinais de insatisfação com o status quo feminino se evidenciou. Os protestos eram para que as mulheres tivessem mais espaço social para se tornarem mães e esposas melhores. Para tanto, naquela época o que se exigia era a liberdade para adquirir conhecimento e direitos inerentes às necessidades femininas.

A mulher no contexto da maternidade
Antes do contexto atual, os valores femininos eram rigorosamente estabelecidos. Todo o valor da mulher como símbolo do que era no passado se resumia pura e simplesmente à maternidade. O que era proposto para a mulher como um todo era o fim último do relacionamento com o homem para que ela pudesse procriar e perpetuar a espécie. Qualquer contorno diferente deste era tratado com extremo preconceito.

Não é difícil concluir que a referência era apenas a maternidade. A ausência de um núcleo familiar constituído por filho e esposo era visto como uma anomalia, na qual a mulher que se via em tal situação estava desprovida de identidade pessoal, já que era na instituição familiar que se construía tal condição pessoal. 

Nos estudos, poucas eram as que estudavam até o chamado período “clássico” ou até mesmo “científico”. As universidades eram predominantemente frequentadas por homens, sendo, portanto, um ambiente totalmente masculino, mesmo que em raras ocasiões alí houvessem algumas mulheres. 

Como conciliar os dois universos?
Saber conciliar o trabalho e a maternidade é saber valorizar cada minuto do dia. O trabalho possui horários definidos, em que a ausência da criança se torna inevitável. O diferencial está no antes e no pós-trabalho. Para isso, é muito importante que você adote alguns conselhos, como os que vamos te dar agora:

Mantenha o contato físico com suas crianças: Quando chegar do trabalho, mesmo que tarde da noite, vá até o quarto e faça um carinho de leve, como um beijo. Cubra-o melhor. Estes são gestos simples, mas muito importantes na afetividade materna.

É sempre bom também acompanhar os estudos da criança. Para que as coisas fiquem bem definidas é bom reservar um tempo durante o dia ou durante a noite, caso chegue cedo em casa, para que isso possa ser feito. 

Procure acompanhar as notas. Preocupe-se com as dúvidas ou se precisa de ajuda para estudar. A escola possui um papel muito importante na instrução das crianças, porém cabe aos pais acompanhar o filho no seu cumprimento.

Além disso, reserve os finais de semana para sua família, nada de levar trabalho pra casa. Faça passeios com as crianças numa praça ou em um parque para que todos tenham contato com a natureza. Isso relaxa, repõe as energias e refaz as conexões.
Maternidade e Vida Profissional: Como conciliar?
E uma dica muito bacana também é continuar acompanhando as postagens aqui do blog. Você sempre encontrará dicas e informações que vão te ajudar a compreender melhor o universo da maternidade e tudo o que dele faz parte!

Aproveite seu tempo com o que te faz feliz!

Concurso Ensaio Fotográfico para Gestante em Belo Horizonte

Hoje eu trago uma super dica para as nossas leitoras gravidinhas. Todas nós mamães sabemos como é maravilhoso estar gravida e como é importante eternizar esse momento em fotos, através de um ensaio fotográfico de gestante. E pensando nessas gravidinhas de Beagá e regiões e querem muito fazer um ensaio gestante, venho convidar vocês a participarem do CONCURSO ENSAIO FOTOGRÁFICO PARA GESTANTE EM BELO HORIZONTE DO HOMERO XAVIER FOTOGRAFIA
CONCURSO ENSAIO FOTOGRÁFICO PARA GESTANTE
Como sabem eu adoro os trabalhos do Homero Xavier e não poderia deixar de convidar vocês para fazer parte deste concurso tão legal, pois o trabalho dele é belíssimo, eu confio e recomendo!


Confira como participar: (Muito fácil e prático) 
1. Entre no formulário de contato do site AQUI e envie os seguintes dados: 

- Nome, email e telefone;

- Como ficou sabendo do concurso (Blog Mãe de Primeira Viagem);
- Mensagem: Escreve neste campo com quantas semanas você está de gestação, no dia que preencher o formulário;
- Também escreva qual é seu perfil no facebook e seu instagram;
2. Poste no instagram ou no facebook uma foto sua recente mostrando o barrigão com a tag #EuqueroumbookgestanteHomeroXavierFotografias (Muito Fácil né?!)


Regulamento do Concurso:

Vigência da promoção:

1.1 O concurso terá início no dia 13 de março de 2017 e se encerrará às 23h59min do dia 11 de Abril de 2017.
1.2 O resultado será divulgado no site: Homero Xavier e na fanpage do Homero Xavier Fotografias (www.facebook.com/homeroxavierfotografias), no dia 15 de Abril de 2017.
Julgamento
2.1 A Comissão Julgadora do Concurso será formada por pessoas idôneas e capacitadas, representantes de empresas parceiras do Homero Xavier Fotografias. As decisões da Comissão Julgadora são soberanas e irrecorríveis.


Premiação:
3.1 A vencedora será premiada com uma sessão fotográfica e uma maquiagem e produção de cabelo pela Roberta Reis makeup para a sessão de fotos em local a definir entre o fotógrafo e a ganhadora. Deste ensaio, a ganhadora receberá um DVD com todas as imagens em alta resolução editadas.
3.2 O prêmio é individual e intransferível, e em hipótese alguma poderá ser trocado por outro produto/prêmio ou convertido em dinheiro.
3.3 A ganhadora será comunicada do resultado do concurso por meio de contato direto seja via telefone ou email.
3.4 A ganhadora deve agendar dia e horário para o ensaio de acordo com a disponibilidade do Estúdio, o mesmo deve ocorrer em um prazo de 45 dias, que serão contados a partir de segunda-feira, 17 de abril de 2017.


Disposições Gerais:
4.1 Todas as dúvidas e/ou questões surgidas sobre o presente concurso serão solucionadas pelo promotor da promoção. Das decisões dos promotores não caberá nenhum tipo de recurso.
4.2 A participação nesta promoção caracteriza a aceitação dos termos e condições previstos neste Regulamento.
4.3 A ganhadora deverá assinar um termo de concordância com o uso das imagens para fins de divulgação de trabalho dos promotores do Concurso: Homero Xavier Fotografias e Roberta Reis Make up

Aproveite para conhecer um pouquinho mais do Homero Xavier Fotografia AQUI, AQUI, e AQUI

Hotel Fazenda Vale Amanhecer - #VemProVale

Sabe quando precisamos de uns dias de descanso, sair da rotina do dia a dia e nos conectar com a natureza, com os animais e até com a gente mesmo! Chegamos a esse ponto, sim, a família toda! Estávamos precisando de um lugar calmo, tranquilo, confortável para descansar o corpo e a mente, mas também que divertissem as crianças, pois como sabem, elas são ligadas no 220W.
Hotel Fazenda Vale Amanhecer - #VemProVale
E o local escolhido foi o Hotel Fazenda Vale Amanhecer, pois tem uma estrutura completa para oferecer aconchego e bem estar em meio a natureza e os animais. E lá fomos nós curtir o nosso final de semana.

Hotel Fazenda Vale Amanhecer - #VemProVale
O Hotel Fazenda Vale Amanhecer é localizado em Igarapé, bem pertinho de Beagá, gastamos 40 minutos para chegar ao nosso destino, foi uma viagem bem rápida e tranquila.

A CHEGADA:
Chegamos ao Hotel Fazenda bem cedinho, para podermos aproveitar bastante o final de semana. E realmente o espaço é privilegiado da natureza, tem diversas areas verdes, clima agradável e aquele cheiro do campo.(Me fez lembrar da minha vó) E logo na chegada já vimos alguns animais passeando pelas areas verdes do hotel e as crianças já adoraram esse primeiro contato com os bichos. 
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Logo fomos conhecer nosso quarto, que era super aconchegante, equipado com ar-condicionado, ventilador de teto, TV de Led, frigobar, interfone, mesa de trabalho e banheiro.
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
E nem perdemos tempo, já fomos nos divertir nas piscinas (tem 2 infantis e 1 para adultos), a area das piscinas é bem ampla e organizada. Os meninos também brincaram nos brinquedos como: escorregador, balanço, cama elástica, tirolesa infantil.
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Na parte da tarde, fomos conhecer o Mini Zoo, onde tem mais de 10 especies de animais, cavalos, mulas, poney, ovelhas, faisão, coelhos, galinhas caipiras, avestruz, galinhas exóticas, patos, gansos, marrecos, mini vaca, vaca de leite e peixes. E um passeio divertido e encantador. Os meninos adoram o cavalo KUNG FU, queriam trazer ele para casa, pode essa?rs Todos os animais são doceis e mansos, então as crianças puderam aproveitar bastante.
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
Hotel Fazenda Vale Amanhecer
E terminamos o dia, todos aconchegados em uma rede, estilo em uma vida no campo.

A GASTRONOMIA:
A gastronomia é um capitulo a parte, pois é maravilhosa! O cardápio é inspirado na culinária mineira, ô trem bão sô! Então nem precisa escrever, que estava tudo delicioso nè?! Tinha diversas opções no almoço e no jantar. E ainda tem sobremesa! Aquele queijinho com doce de leite, não pode faltar. Confira nas fotos: 
O café da manhã também não fica atrás, tem biscoitos de polvilho frito, pães de queijo, vários bolos, mingau de fubá, diversas frutas e sucos. Além de outras gostosuras feitas na hora! Acredita? 
O hotel trabalha com pensão completa, você pode se deliciar com o café da manhã, almoço e o jantar. 

MAIS DIVERSÃO: 
No domingo curtimos um passeio de charrete em família, foi muito divertido, as crianças adoraram! 
Enzo até arriscou subir no cavalo, mas desistiu bem rapinho. Papai fez o passeio à cavalo e adorou!
Depois pegamos nossas varas e iscas e fomos pescar no lago. Papai e as crianças se divertiram bastante e até conseguiram pegar um peixe. Mamãe aqui não tem paciência para vida de pesca!!!rsrs
Foi um final de semana incrível, cheio de alegrias, brincadeiras, sorrisos sinceros, abraços forte em um lugar lindo, aconchegante, onde nos conectamos com nós mesmo, esquecemos a internet, os celulares, a tv e ficamos juntinhos das pessoas que mais amamos. Voltamos para casa com o coração recheio de bons momentos e com um gostinho de quero mais!!!
**Para conhecer mais o Hotel Vale Amanhecer acesse o o site www.valeamanhcer.com.br

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

10 Dicas para desenhar seu negócio (parte II)

Olá! Como vão todas?
Hoje vamos dar dicas para você diversificar o seu negócio, distribuir melhor, relacionar com seus clientes e fidelizá-los e como perseverar sempre!!! Este texto complementa o texto anterior (Ler AQUI), então caso não o tenha lido corre lá primeiro para absorver melhor o conteúdo deste aqui.E vamos às dicas!
1- Diversificar
Esteja atenta às oportunidades de negócios. Saiba o que acontece no seu mercado de atuação para saber o que pode melhorar no seu produto ou serviço. É importante participar de eventos e feiras relacionados ao seu produto para se atualizar. Lembre-se também de que ambientes informais ajudam a formar bons contatos. Se sua empresa tem cerca de um ano de existência é uma boa hora para diversificar. Ou se você ainda não tem um ano mas já sobrevive bem dentro da concorrência, reuna seu conhecimento para diversificar seu negócio, faça parcerias que agreguem e que complementem seu produto ou serviço. Foque no que vai fazer e em como vai ampliar mercado e permita a transferência de idéias entre os parceiros. De nada adianta ser original se seu diferencial não tiver apelo para o cliente. Procure captar e entender suas necessidades, pergunte sempre e, sobretudo ouça e observe. Não é raro uma pessoa descobrir uma oportunidade de diversificação a partir do feedback de um cliente, portanto não se intimide em perguntar ao seu cliente o que o atenderia melhor, ou qual o diferencial que ele vê na concorrência.

2- Distribuição, suprimentos e logística
Você precisa ter seu produto ou serviço disponível para o seu cliente em locais de fácil acesso e precisa também garantir que o recebimento da mercadoria seja feita de modo seguro, rápido e cômodo para o cliente. Uma boa gestão da cadeia de suprimentos deve incluir maneiras de aumentar o rendimento de todas as etapas logísticas que levam até a satisfação do cliente final.

Agilidade e controle da linha de produção: Tenha todos os seus processos mapeados, pois somente assim a gestão terá controle total de sua produção. Quanto mais números e informações você tiver, mais fácil identificará as fragilidades da sua cadeia de suprimentos. Poderá por exemplo, analisar se você demora mais que a concorrência para realizar determinada atividade. Se você mantiver um bom acompanhamento do início ao fim do processo, é possível até prever e agilizar a resolução de possíveis problemas.

Melhore suas previsões de demanda para evitar faltas e desperdícios: Melhore suas previsões de demandas, tanto internas quanto externas. Uma sugestão é olhar para o passado e analisar o histórico de vendas da empresa. Assim, se você quiser prever a demanda para o mês de abril, verifique os números relativos ao mês de abril do ano anterior, aplicando comparativos de crescimento dos períodos anteriores como flutuação de mercado e a possibilidade de imprevistos. Mesmo utilizando dados estatísticos para essa análise, você terá uma intuição muito forte. A intuição vem do somatório de todas suas experiências de sucesso e de fracasso, das suas ponderações inconscientes a respeito, como consequência de cada decisão. Se a sua empresa ainda não tem um ano para auxilia-lo nessa tarefa, será necessário muito estudo da concorrência e do mercado e a intuição vai falar bem mais alto.

Procure alianças de parceiros inovadores e eficientes: Uma boa maneira de acertar na distribuição do seu produto ou serviço é fechar parcerias comerciais que tenham capacidade inovadora, que demonstram potencial para lhe ajudar no desenvolvimento de novos processos ou que consigam de alguma forma contribuir para melhorar a eficiência no seu negócio. Tenha em mente que nem sempre tamanho e fama são essenciais. Às vezes, apostar nas promessas do setor – aquele fornecedor pequeno que ainda está construindo sua reputação – pode oferecer belas surpresas quanto à inovação, comprometimento e capacidade de entrega.

Integre as informações envolvidas na sua cadeia de suprimentos: Integre as projeções de vendas feitas no seu planejamento estratégico com o planejamento de produção, as finanças com os custos orçamentários, fluxos de caixa e investimentos, garantindo assim um único plano de ação conciso e completo. Integre sempre que possível também o marketing para conseguir monitorar quais campanhas de marketing tiveram melhor retorno, considerando a época de veiculação, as condições de mercado, fabricação e distribuição de produtos ou serviços.

Monitore seus fornecedores: Seus fornecedores são seus parceiros de negócio, e se você possui poucos ou apenas um fornecedor de dado produto, a falha de um fornecedor pode ser suficiente para atrapalhar sua cadeia de suprimentos, causando rombos orçamentários ou o descontentamento de seus clientes. Quando você monitora seus fornecedores resguarda-se de erros vindo de fora da sua empresa Para manter-se no topo, você precisa estar sempre atenta não somente ao seu ambiente interno, mas também a todos aqueles envolvidos de alguma forma em seu processo produtivo, fazendo as devidas adequações e inclusive substituições, quando necessário.

3- e 4- Relacionar-se e Fidelizar clientes
Se a sua empresa já atrai olhares de clientes por oferecer os melhores produtos, parabéns! Mas isso não é suficiente. Tem muita concorrência aí fora. E não há produto ou serviço que não pode ser copiado ou melhorado. É necessário hoje ultrapassar os limites da satisfação pessoal do cliente. Seu produto ou serviço pode abrir portas e te colocar na briga do mercado, mas não é suficiente para garantir que o cliente não adquira produtos ou serviços da concorrência. Gerar encantamento na clientela é um trabalho de médio e longo prazo que deve incluir além da qualidade oferecida uma estratégia para construir um vínculo afetivo entre marca e cliente, consolidando assim a fidelização. Vamos pensar em alguns itens importantes para você praticar, ou melhorar para fidelizar seus clientes.

Atenda o cliente da forma como ele quer ser atendido: O seu atendimento é um diferencial, por isso tenha e mantenha um bom atendimento para encantar seus clientes. Treine-se e treine sua equipe para atender o cliente como ele quer ser atendido. Não insista em atender como você acha que é melhor para o cliente. Seja atencioso quanto às respostas do cliente e capte seus sinais para aprender sobre suas preferências e necessidades, aprenda como ele prefere ser abordado. Aprenda a ouvir e se colocar no lugar do comprador.

Foque no cliente certo para você: Defina bem qual é o seu público certo. Gastar energia querendo quantidade não irá trazer ganhos compensadores. Não há produtos e serviços que agrade a todos. Crie estratégias para as pessoas certas para garantir que o atendimento seja de maior qualidade possível. Pergunte-se: Quem são seus clientes em potencial? Onde eles estão? O que eles estão buscando? O que eles esperam dos seus produtos ou serviços? Saber responder a essas perguntas é fundamental para direcionar sua estratégia de negócio (e de marketing) para o público certo e garantir a fidelização de clientes. 

Fidelize clientes usando a teoria da pirâmide invertida: Nessa teoria o cliente se encontra no topo, e para ele são destinados os maiores esforços dentro de uma empresa. Abaixo ficam os vendedores e todos os que lidam diretamente com o cliente e, abaixo desses, os líderes e gestores, aos quais cabe todo o suporte necessário para sustentação deste sistema.

Os clientes nessa teoria são o motivo que justifica todo o seu trabalho. O foco é o cliente e não o produto ou seus processos. Dessa forma a cultura do bom atendimento da sua empresa visa relacionamento de qualidade e reconhece o valor de ferramentas como SAC, ouvidoria, pesquisa de mercado, segmentação em marketing, entre outros.

Dê tratamento VIP aos clientes fiéis: Os clientes fiéis podem responder por até 65% do faturamento de sua empresa, então você não acha que eles merecem um tratamento privilegiado? Portanto invista em ações de relacionamento diferenciada como newsletters exclusivas, cupons de desconto, vantagens de um clube de fidelidade, antecipe lançamentos e ofertas e investa em conteúdo personalizado. Afinal eles são o maior capital de sua empresa. Lembra?

Monitore sempre seus clientes: Toda ação voltada para a fidelização de clientes precisa ser monitorada. Você precisa saber se está indo de encontro com o gosto do cliente ou não. Para isso, conte com um bom CRM (Customer Relationship Management) e uma equipe focada em resultados. Para ajustar sempre o foco da sua estratégia você precisa conhecer os resultados de cada ação que você realiza. Você pode reunir cada vez mais informações relevantes sobre seu público-alvo, suas preferências de abordagem e necessidades. Encare esse processo como um ciclo poderoso: quanto mais você monitora, mais conhece seu público e maior é a sua capacidade de criar estratégias para fidelizar clientes. A melhoria é sempre contínua.
5- Persevere
As dificuldades vão surgir... Até porque a micro, ou pequena empreendedora muitas vezes tem uma empresa de uma só. Mas não desista, você não está sozinha, muitas mulheres e homens perseveraram e hoje são ícones em seus ramos com muito sucesso e consolidação no mercado. E se alguém já fez, você pode fazer também. Procure pessoas para te inspirarem, para você ter como modelo de sucesso, estude sobre as histórias dessas pessoas, conheça o modo como elas se saíram bem de situações difíceis, ou quais os erros que elas cometeram no caminho e como conseguiram conserta-los. Desistir com facilidade não faz parte do dia a dia de nós empreendedoras de sucesso. “Você pode não acertar de primeira, errar ajuda a conseguir ir para frente. Faz parte do sucesso errar.” Alessandro Saade. E é a empreendedora que tem perseverança para continuar que pode se destacar no mercado. É normal que escutemos vários NÃOS antes de alcançarmos o negócio genial e muitas vezes encaramos isso como um fracasso. Mas, como eu disse ali em cima, existem muitas personalidades que acreditaram que um NÃO significa justamente o contrário – se levantar após cada queda é o que garante o sucesso, pois cada vez que a gente se levanta, está com mais conhecimento, e por isso fortalecida. Se você errou e pensa em desistir de uma vez por todas das suas ideias, aí vão 3 frases de pessoas de extremo sucesso que provam que os maiores também já foram pequenos, que já erraram e exatamente por isso se tornaram quem são hoje.

"Quando uma porta da felicidade se fecha, uma outra se abre; mas com frequência nós olhamos tanto para a porta fechada que não vemos a que já está aberta para nós." Helen Keller

"O fracasso é simplesmente a oportunidade de recomeçar, só que agora com mais inteligência. Não há desgraça no fracasso honesto; há desgraça em ter medo de fracassar." Henry Ford

"Eu errei mais de 9000 arremessos na minha carreira, perdi quase 300 jogos. Em 26 vezes confiaram em mim para fazer a cesta da vitória e eu errei. Eu falhei de novo, de novo e de novo na minha vida. E é por isso que obtive sucesso." Michael Jordan

Deixo mais uma dica bônus!
O Sebrae disponibiliza mais de 200 aulas on line GRATUITAS para ajudar a empreender. Deste material, 139 conteúdos são voltados para quem está interessado em começar um empreendimento, e 95 são para os que já possuem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Se você estão sem grana para investir em capacitação aproveite! Você pode usar o dinheiro de capacitação para investir no seu negócio e não precisa se ausentar da rotina da sua empresa para fazer os cursos. O acesso é imediato e as vagas são ilimitadas. Acessem o link: http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ead/ e aproveite essa oportunidade! Realize o seu sonho!!!

Espero realmente conseguir ajudar as leitoras do Blog Mãe de Primeira Viagem e contarei com a ajuda de vocês para alcançar este objetivo. Conto com as suas opiniões, questionamentos, dúvidas, críticas, elogios, solicitações de conteúdo. Enfim, interação! Assim vamos ajustando o foco e todas crescemos juntas.

Então teclas a obra e vamos lá! Vejo você no próximo texto. Sempre aberta a sugestões de temas.

Autora: Kika Moreira

COMEÇANDO O NEGÓCIO COM ESTRATÉGIA!

Olá querida mãe, mulher e empreendedora!
Em meu primeiro texto (Ler AQUI) discutimos o desafio de ser mãe e profissional. Vimos que um excelente caminho para resgatar a autoconfiança e a carreira é o empreendedorismo, que tem como primeiro passo estabelecer o objetivo do seu negócio:
O que deseja oferecer as pessoas? O que te brilha os olhos? Sua ideia pode virar algo que desperte o desejo de ser consumido?
COMEÇANDO O NEGÓCIO COM ESTRATÉGIA!
Após dado esse primeiro passo, chegou a hora de se concentrar em conhecimentos e ações estratégicas para o que deseja criar.

E a primeira delas após estabelecer seu objetivo é definir seu nicho de mercado. Mas afinal de contas... O que é isso?

Podemos definir nicho em termos de marketing como a fatia do mercado ao qual iremos direcionar os nossos esforços.

Quando a Johnson & Johnson desenvolve uma linha de produtos infantis, por exemplo, ela está definindo que quer oferecer soluções para a higiene infantil. Tendo isso em mente a empresa direciona toda sua comunicação para pais e mães de crianças que estejam nos primeiros anos de vida. Isso a permite manter seu foco bem definido e desenvolver uma comunicação clara ao direcionar seus esforços para o que e quem lhes interessam.

Apesar de ter utilizado um exemplo de uma empresa multinacional, definir o nicho de mercado é para todos... De grandes a pequenas empresas, de empreendedoras formais a informais. E no seu caso, o principio adotado por eles pode ser aplicado a você e ao seu negócio.
Em linhas gerais, você pode definir seu nicho de mercado baseado em: 

1. Público alvo: quando oferta seu produto/serviço a um público específico, como é por exemplo, o Mãe de Primeira Viagem, que tem como público alvo mães e mulheres empreendedoras.

2. Produto/Serviços: quando você foca no produto/serviço sem determinar um público específico, por exemplo, trabalhar como doces personalizados. Você tem um produto específico que irá adequar conforme a demanda do seu cliente, você pode fazer um doce para casamento, que é diferente de um doce para festa de criança, que é diferente para uma festa de Halloween e assim por diante.

3. Ultrafocado: é quando você se concentra em um público alvo específico, ofertando um produto/serviço também específicos, como é por exemplo o meu trabalho com o Coaching para Mulheres Empreendedoras, aonde oferto um serviço específico de Coaching para um público específico de mulheres.

E qual desses três tipos de nicho é o melhor?
Isso dependerá dos seus objetivos e do que quer desenvolver como negócio.
COMEÇANDO O NEGÓCIO COM ESTRATÉGIA!
Para algumas pessoas pode parecer desafiador definir qual nicho se adequa mais ao que quer criar, para outras essa tarefa pode vir mais facilmente. E uma boa dica para ajudar nessa escolha é:

Volte em sua ideia de negócio e se pergunte “O que vou oferecer é mais voltado para um público específico, segmento de mercado ou para os dois?”, conforme os exemplos citados acima.

Independente de qual tipo de nicho irá se concentrar, uma coisa é certa... Defini-lo é, junto com os objetivos de negócio, um dos pilares estratégicos para tornar seu empreendimento mais sólido e saudável desde o seu início. Afinal de contas, ter essa clareza servirá para montar toda a plataforma de comunicação do seu empreendimento, tema que abordarei em meu próximo texto.

Um grande abraço!
Eliene Oliveira
E-mail: contato@elieneoliveira.com

20 Conselhos para uma Mãe de Primeira Viagem

Esses dias estava pensando nas mulheres que recentemente descobriram que serão Mães. Quando descobri minha gravidez, mesmo diante de toda felicidade, fiquei tão perdida, tinha tantas duvidas, tantas preocupações, queria tantos conselhos. E por isso decidi escrever um post para essa mulher que recentemente descobriu que será MÃE e está em busca de conselhos maternos. Tenho tanto a falar, tantos conselhos a dar! Então senta aí e segura o choro, pois a maternidade é emocionante! Confira 20 conselhos para uma Mãe de Primeira Viagem
20 Conselhos para uma Mãe de Primeira Viagem
  1. Guarde o teste de gravidez, esse pequeno objeto ou papel será uma das grandes recordações da maternidade. Então guarde o início de tudo. 
  2. Faça chá de bebê ou chá de fraldas, não importa a festa e muito menos os presentes, e sim os momentos vividos naquela comemoração. Aproveite os amigos, você e o papai vão sentir falta desses momentos de descontração.
  3. Tire fotos, se puder faça book de gestante, tenho certeza que depois vai sentir falta desse barrigão. Então melhor é registrar. 
  4. Converse com seu bebê. Ele está na sua barriga, mas ele te escuta. Então converse, faça carinho, aproveite esse momento tão especial.
  5. Curta o nascimento do seu bebê, pegue ele em seus braços, cheire até não poder mais, olhe nos olhos, esse momento estará cravado no seu coração e na sua mente.
  6. Amamentar no começo pode não ser tão lindo como nas capas das revistas, pode ser difícil e doído, se soubesse disso antes tinha me preparado melhor para esse momento. Mas não desista facilmente, se for preciso procure uma especialista, mas se mesmo assim não conseguir não se sinta culpada.
  7. Sua vida mudará drasticamente. Mas pode ter certeza que será para melhor. Será um misto de emoções, mas a felicidade será a maior parte delas.
  8. Confie no seu instinto materno. Você saberá o que é melhor para seu bebê.
  9. Quando nasce um bebê, nasce também os palpiteiros. Muitos não fazem por mal, então não ligue. Liga o fodas e escute seu coração. 
  10. Nos primeiros dias, não aceite visitas, cuide de você e do seu bebê, eles entenderão. E depois só receba visitas em dias que realmente estiver bem e disposta. 
  11. Os bebês choram, essa é a única forma de comunicação. Mas fique calma e não se desespere com as crises de choros! Sua calma e tranquilidade são fundamentais para ele também se acalmar. 
  12. Cuide-se! Sei que é difícil pensar em si cuidar, quando acaba de se ter um bebê que precisa de você para sobreviver. Mas não fique de pijama até na hora do jantar. 
  13. Paternidade e maternidade são diferentes, não espere que seu marido sinta e pense igualmente a você. Sentimento de uma mãe é único! 
  14. Seus banhos e sua noite não serão mais os mesmos, os banhos serão bem rápidos e pode ser com alucinações de choro ao fundo, mesmo que seu bebê não esteja chorando. E sua noite será longa. Então sempre que puder, deixe o bebê com o papai (titia, vovó, amiga...) tome banhos demorados e tire bastantes sonecas, isso de dará um gás a mais na maternidade
  15. Ser mãe é fazer renuncias, é se doar muitas vezes totalmente, não se culpe por isso e nem culpe seu filho. Tudo vai passar, as fases vão passar e sua vida logo voltará ao ''normal''. A única coisa que nunca voltará é a vida do seu filho. Você será mãe para sempre, mas ele será criança apenas uma vez. Então aproveite ao máximo. 
  16. Se tiver vontade de chorar! Chore! Faz bem para você e para seu filho!
  17. Enxergue o mundo com os olhos das crianças, você se sentirá bem mais leve e feliz.
  18. Nunca compare seu filho com outra criança. cada criança tem seu jeito próprio e seu tempo para todas as evoluções. Ele é normal! Pode acreditar! 
  19. Na maternidade não existe certo, nem errado e sim aquilo que te deixa em Paz. 
  20. Nenhum filho é igual ao outro. Então você, independente da quantidade de filhos que tiver, SEMPRE será MÃE DE PRIMEIRA VIAGEM. (Eu tenho dois, e cada maternidade é uma nova descoberta.)
E você, o que incluiria nessa lista? Quais conselhos você daria? 

LEIA TAMBÉM:
Quantas vezes chorei por você: AQUI
Família perfeita é só nas redes sociais: AQUI
Tentei ser uma mãe perfeita, mas aprendi que sou uma mãe real: AQUI
Carta de um recém nascido para os visitantes: AQUI
6 ensinamentos do irmão mais novo para o irmão mais velho: AQUI

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

O Maior Medo das Mulheres que Querem Empreender

Quando pensamos em abrir um negócio próprio, logo sentimos uma ansiedade fora do comum. Começamos a antecipar eventos que, na maioria das vezes, são impossíveis de acontecer, mas que teimam em surgir em nossas mentes. O medo de não dar certo. 
O Maior Medo das Mulheres que Querem Empreender
De onde vêm esses medos infundados? Em grande parte dos casos, esses pensamentos podem vir da experiência de outras pessoas que fracassaram em seus empreendimentos, um familiar que tenha fracassado já é suficiente para criar esse estigma mental. 

Em outros casos, a pessoa mesmo já teve um insucesso e aí cria o medo de tentar novamente. Em qualquer dos dois momentos, o que acontece é que uma crença limitante se estabeleceu, e será preciso muita força de vontade para sair fora desse padrão de pensamento. 

Quando possuímos o paradigma do fracasso, prestamos mais atenção nos pensamentos negativos, ouvimos mais os conselhos que falam para não empreendermos, prestamos atenção apenas nas notícias sobre a crise econômica. 

Essas atitudes são inatas, vêm da nossa mente, do nosso subconsciente que é o principal responsável pela nossa falta de ação, pela nossa inércia. 

Agora vou compartilhar com você 5 Dicas para Evitar que o Medo do Fracasso te Impeça de Realizar Seus Sonhos e Objetivos

Se você possui o pensamento de que seu negócio não dará certo, é preciso fazer uma mudança de crenças, ou ele será um fracasso mesmo. Veja 5 dicas que ajudarão a mandar esses pensamentos para bem longe. 

1 – Confie em si mesma 
Autoconfiança vem do auto-conhecimento, é impossível confiar em alguém que não conhecemos, mesmo que sejamos nós mesmas. Por isso, comece a se conhecer mais, veja quais são seus verdadeiros pensamentos acerca de empreendedorismo. Você realmente acredita nessa liberdade ou está apenas seguindo a maré? Entender profundamente como reage às novidades do cotidiano é a melhor maneira de se conhecer e confiar nos seus instintos. 

2 – Eleve a auto-estima 
O medo do fracasso pode estar escondido em outros campos da vida. Nossa vida emocional e familiar diz muito da pessoa que somos. Como você se relaciona com amigos e familiares? Existem ressentimentos guardados de alguma espécie? Resolver os problemas emocionais é o primeiro passo para elevar a auto-estima. Você pode ser quem quiser, basta querer. Lembre-se sempre disso, quando os pensamentos negativos surgirem. 

3 – Foque no sucesso 
O negócio da sua amiga não deu certo? Seu pai acha que abrir um negócio é coisa de gente maluca? Esqueça tudo isso e acredite no SEU sucesso. A maioria das pessoas que fracassam nos negócios, entraram neles de maneira displicente, sem focar nas metas que queria alcançar. Como você é uma pessoa vitoriosa, nunca fará isso. 

4 – Não preste atenção no negativismo
A crise está brava? As crianças da África não têm o que comer? O país só tem políticos corruptos? Sim, essas são verdades absolutas, mas como você não pode fazer nada para mudar esse estado de coisas, não tem porque ficar focada nessas energias agora. Quando estiver ganhando muito dinheiro, poderá fazer uma doação para ajudar a amenizar a fome da África, mas enquanto seu negócio não emplacar, prestar atenção na negatividade só fará perder o foco e não agir para produzir resultados. 

5 – Não tenha medo de tentar 
Sem tentar como saber? Então, siga os passos acima, e comece seu empreendimento, nem que seja apenas para abrir uma planilha e colocar o nome em cima. O primeiro passo precisa ser dado, nem que for bem pequeno. Depois que começar será difícil parar. Deixe de procurar desculpas e comece a focar nas soluções. Só assim o sucesso chegará. 

Lembre-se ao dar o primeiro passo já significará que você não estará mais no mesmo lugar.
Portanto, comece agora!

Autora: Cirlene Alves

“É hoje o dia da alegria...”

“... E a tristeza, nem pode pensar em chegar!” 

Que época colorida e feliz! Um momento muito especial para falarmos sobre alegria. Sei que tem muita gente que não gosta de Carnaval – e eu respeito quem não gosta -, mas essa é uma daquelas datas que não têm como passar em branco. São quatro ou cinco dias de muita alegria, fantasias, cores, confetes e serpentinas. É uma época de magia e descontração!

O Carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Ele chegou ao Brasil no século XVII, influenciado pelas festas carnavalescas que aconteciam na Europa. Em países como a Itália e a França, o carnaval ocorria em formas de desfiles urbanos, onde os carnavalescos usavam máscaras e fantasias. Personagens como a Colombina, o Pierrot e o Rei Momo também foram incorporados à nossa festa graças à influência europeia. 

Independente de qualquer coisa, se há um quesito que não pode faltar, seja nas escolas de samba, seja nos blocos, é a alegria! 

Mas, espera! Por que será que temos que esperar o Carnaval chegar para que possamos viver estes intensos momentos de alegria? Por que é que não fazemos isso todos os dias de nossas vidas?

É claro que temos algumas condutas sociais, ditas desejavéis, que muitas vezes tiram a graça de certas situações. Mas, e em nossa casa? Com a nossa família? Será que não podemos ser mais alegres e divertidos?

Se pararmos para pensar e colocar nossa alegria em prática, um dia chuvoso, por exemplo, pode se tornar em um lindo e colorido dia em nossa casa! E como fazer isso? Simples! Experimente fazer um brigadeiro de colher, um bolo de cenoura com café. Experimente dar mais aconchego, chamego e carinho a quem está à sua volta.

Quer mais? Então, acrescente, tinta, cartolina, purpurina!!! Pronto!! Aí é só começar a festa! Façam desenhos coloridos, coloquem muito brilho e depois coloque na parede a obra de arte dos filhos ou da família!! Mamães e papais sejam crianças junto com os pequenos!!

E na hora que a brincadeira terminar, reúna todo mundo para ajudar a limpar a bagunça e guardar tudo de volta no lugar. Brincamos juntos e ajudamos uns aos outros! A festa fica ainda mais divertida com cada um fazendo a sua parte!

Um dia cinza e sem graça, vai ficar muito mais divertido com uma atividade simples como esta.

Não deixe pra se divertir, se alegrar e ser mais colorido apenas nos dias de Carnaval. Carnaval é uma delícia! Ainda mais agora com o enorme número de blocos carnavalescos a todo vapor em BH, quando temos muitas opções para nos divertirmos junto com as crianças.

E pra quem gosta, aproveite!! E pra quem não gosta e for fazer programas mais calmos no recesso, fica a sugestão com as tintas, purpurina e muita alegria!!! 

Afinal, é isso que vale na vida, aproveitar cada momento com muita alegria, muita diversão, muita leveza; e sempre com as pessoas que a gente ama e fazendo o que a gente gosta!!!

Até a próxima!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...