Ciúme e Rivalidade entre Irmãos.

Olá Pessoal! Como vão vocês? Espero que estejam bem!

Hoje é dia da Coluna: Conversando com a Clínica Base, com um tema interessante, que nos faz refletir sobre ''Ciúme e Rivalidade entre Irmãos''. O que nós pais devemos fazer para diminuir ou acabar com o ciúme e a rivalidade entre irmãos? Confiram!

Ciúme e rivalidade entre irmãos: Uma reflexão sobre o modo como os pais lidam com essa questão.


A chegada de um irmão não representa uma realidade fácil para uma criança enfrentar. Nenhuma criança fica feliz de ter que dividir com o irmão seu quarto, brinquedos, e principalmente a atenção e o afeto dos pais. Para a criança, o irmão é um intruso, alguém que ela não escolheu e que veio roubar o seu lugar no coração dos pais, cuja presença foi imposta por eles que tentam convencê-la de que o irmão é um amigo, com o qual no futuro ela irá compartilhar os melhores momentos da sua vida. 

Essa é uma reação bastante comum entre os adultos, apreensivos com a chegada de mais um filho, eles tentam convencer o outro que o irmão é um presente que a vida lhe deu, ignorando, assim, o turbilhão de sentimentos contraditórios vividos por ele, na tentativa de se livrar da difícil tarefa de ajudá-lo a atravessar esse momento, deixando, assim, de reconhecer e legitimar o ciúme do filho e de apostar na sua capacidade de encontrar as suas próprias saídas para lidar com essa situação. 

O ciúme é um sentimento natural e inevitável na relação entre irmãos. São muitas as formas que uma criança encontra de demonstrar o que ela está sentindo em relação á chegada do irmão, sendo as reações mais comuns as atitudes regressivas, a impaciência, a inquietação, a irritação e a agressividade, manifestada principalmente através de ataques contra a caçula. Reprimir esses comportamentos ou ignorar o que a criança está sentindo não é a saída mais adequada, pois ao fazê-lo, os pais correm o risco não só de reforçar o ciúme que ela sente do irmão, mas também de que a criança se cale e passe a sofrer em silêncio. 

Cabe aos pais colocar no filho os limites necessários com ternura, para que ele se sinta seguro quanto ao seu amor e deixe de alimentar as fantasias criadas em relação à chegada do irmão, como a crença de que este bebê que enche os pais de orgulho veio para roubar seu lugar no coração deles. Por isso, é importante que os pais acolham o ciúme do filho, o que vai depender não só do que a chegada de cada filho representa para eles, mas, sobretudo da vivência que eles tiveram no passado como filho e irmão na sua família de origem. 

O passado familiar é uma terra fértil onde nascem muitos fantasmas. Refletir sobre sua própria história, procurando esclarecer como resolveram ou não as questões que vivenciaram com seus irmãos, pode ajudar os pais a compreender como estão conduzindo os conflitos com seus filhos no cotidiano. Conheço casais que idealizaram para os filhos uma relação de intimidade, passando a exigir que eles se tornassem cúmplices, na tentativa de que os filhos estabelecessem uma relação que eles não foram capazes de construir com seus irmãos, o que só contribuiu para aguçar o ciúme, o ódio e a rivalidade vivenciada entre eles. 

A fratria é uma doença de amor feita de rivalidades e cumplicidades, compreender isso é importante para que os pais de aos filhos o tempo necessário para que a relação entre eles flua com naturalidade. 

Essa naturalidade também deve existir na relação dos pais com cada um dos filhos. Para isso, é preciso que eles reconheçam que existe da sua parte preferências em relação aos filhos, que surgem de afinidades e identificações. Admitir isso não representa um problema, desde que os pais procurem identificar as diferenças que existem entre os filhos, valorizando as habilidades e os talentos de cada um, evitando, assim, que o filho preferido se torne alvo do ciúme e do ódio dos irmãos, que podem se sentir desvalorizado, acreditando que os pais desejam que eles sejam como o preferido, objeto de admiração e idealização. Essa não é uma tarefa fácil para os pais, que tendem a fazer comparações entre os filhos, criando rótulos para defini-los que podem ser danosos não só para as relações estabelecidas no âmbito familiar, mas também para a construção que cada um faz de si mesmo. 

Acolher os filhos na sua diferença, estabelecendo com eles uma relação íntima, procurando, assim, legitimar o papel e o lugar de cada um na família, torna-se a grande tarefa a ser realizada pelos pais, pois, só assim o ciúme e a rivalidade entre os irmãos serão superados, na medida em que cada um terá a certeza do amor dos pais independente das suas preferências e afinidades. Afinal, ser pai é antes de tudo adaptar-se ao filho que não saiu como o esperado.

Fonte: Irmãos: Como entender essa relação.
Autor: Marcel Rufo


Para entrar em contato com a Clínica Base, acesse o site: www.clinicabase.com ou clique (AQUI)

E vocês como lidam ou lidaram com o ciúme e rivalidade dos filhos?  

Até mais!

30 comentários:

  1. Boa postagem realmente temos que ter cuidado de não colocar rótulos ou querer compara-lós, mas vou dizer na prática é difícil não fazer isso.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Desireé,
      Realmente é difícil não agir assim na prática, por isso, temos que ficar atentos a forma como falamos dos nossos filhos no cotidiano. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. com certeza é bem dificil! Obrigada pelo carinho!
      Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  2. Desde pequena sempre tive muito ciumes da minhã irmã, ela é mais velha e eu achava que minha mãe preferia ela.....
    Bobagem minha, hoje penso como eu era boba.
    bjcas adorei o post
    Estou Crescendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Shaiane,
      Normalmente os filhos mais velhos ocupam um lugar de liderança e destaque na família, criando essa impressão nos irmãos, mas, na realidade, cada filho tem o seu lugar na família. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. Ha que bom passou, vc tem seu lugar no coração da sua mãe igualmente!
      Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  3. com certeza ciumes é normal
    entre irmãos, mas temos que aprender
    a vê as diferenças e cuidar para que não vire uma
    rivalidade

    linda tarde bjs

    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nanda,
      A diferença só vira rivalidade quando fazemos comparações entre eles. Obrigada por dividir a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  4. Show de post!!
    Acho que tudo também depende de como os pais conduzem isso .. ficar deixando o mais velho de lado o tempo todo só vai agravar .. deixar participar e envolver em tudo vai só aproximar e criar laços mais rápido .. bjs amiga

    Roberta e Luma
    http://princesaluma.blogspot.com.br/
    http://motivosparaestareserfeliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Roberta,
      Concordo com vc, mas envolver o mais velho nem sempre é uma tarefa fácil, pois o mais novo costuma demandar muita atenção e cuidado. Obrigada pelo comentário. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. pois é Roberta, por isso devemos sempre ficar atentas como nós comportamos!
      Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  5. Com certeza essa não é uma tarefa fácil, fico imaginando como Kemuel se sentirá quando eu engravidar, mas acredito que não é fácil, mas é bem possível eu e minha irmã somos muito amigas.
    Não aceito muito esta questão de pais terem preferências por filhos, por enquanto tenho só um, mas acredito que quando tiver o segundo vou amá-lo e querer estar com os dois da mesma maneira.

    Beijos

    QUézia Silva
    http://kemuelpresentededeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Quézia,
      Se vc e sua irmã são amigas, é sinal que sua experiência como filha não foi difícil, o que vai tornar essa tarefa mais leve para vc. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. que bom vc e sua irmã se dão bem, sinal que sua mãe deu conta direitinho! kkk
      Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  6. É complicado essa "guerra" entre irmãos. Eu e meus irmãos vivíamos brigando e nossos pais nunca deixaram de dar atenção pros 3. Coisas de irmãos pequenos, depois que crescemos vemos que é pura bobagem.
    Beijos,
    Grazielle Monteiro
    http://amoramaternidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Grazy,
      A maturidade traz seus benefícios. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. é muito dífícil falar por mim, pois não tenho irmãos, mas acredito que quando crescemos entendemos melhor tudo!
      Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  7. Um assunto delicado e essencial pra chegada de um segundo filho, aqui não tivemos problemas mas é bom como agir numa situação. dessa


    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vitória,
      Que bom que vc está conseguindo conduzir bem a situação. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
    2. QUE BOM FLOR!
      Obrigada pelo carinho! Adoramos a sua visitinha!
      Volte sempre!
      Bjos

      Excluir
  8. Não me lembro de ter tido ciumes das minhas irmas, sou a filha do meio.
    Já o Lucas acredito que ele teria sim ciumes.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jamilly,
      Se vc teve uma vivência familiar positiva, com certeza vai ajudar o Lucas a superar o ciúmes. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
  9. Tenho 5 irmãos e temos sim ciúmes. Tudo com moderação.
    Meus filhos tb tem ciúmes, mas nada que não pode ser resolvido.
    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Toninha,
      Com certeza vc já está conduzindo muito bem a situação. Obrigada por compartilhar a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
  10. Eu acho que tudo depende de como os pais lidam com isso.
    Minha filha tinha 2 anos e meio quando a mais nova nasceu e eu nunca sofri com ciumes, a mais velha nunca quis judiar, pelo contrario, super protege a irmã.
    QUanto mais naturalidade menos problema rs.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda,
      A diferença só vira rivalidade quando fazemos comparações entre eles. Obrigada por dividir a sua experiência com a gente. Abs, Marina Otoni

      Excluir
  11. Isso existe e acontece bastante>
    Graças a Deus entre meus irmãos e eu ciúmes desse tipo não rola.
    Espero que entre meus filhos não aconteça também.
    Carlah Ventura - Intensa Vida

    ResponderExcluir
  12. Acho que ciumes faz parte. Um novo irmão até assimilar não é fácil, mas nos Pais temos que mostrar o quando amamos também e demonstrar o mesmo amor pelos filhos. Bjs
    VIvi e Isaac

    ResponderExcluir
  13. Aqui em casa sempre foi muito tranquilo, eu e meu irmão sempre fomos muito amigos, e ele como irmão mais velho acabou assumindo o papel de pai, pois meus pais se separaram quando tinha 2 anos, meu irmão até hoje cuida de mim, puxa minha orelha, me acorda pra realidade, é um verdadeiro irmão paizão. rsrs.
    Já com meu filha Maria Eduarda tem sido super tranquilo, ela aceitou muito bem a chegada da Íris e sempre incluo ela nas atividades com a irmãzinha, até hoje ela nunca apresentou indicios de ciumes, mas estou sempre observando. Excelente texto. Bjos

    Tatiane Freitas - Prioridade de Mãe

    ResponderExcluir

Adoramos a sua visita!
Deixe um recadinho, uma dica, um comentário ou nos conte sua experiência!
Vamos adorar ler! Bjos e Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...