6 Maiores erros que mães cometem ao dirigir

Olá Pessoal! Tudo bem? Espero que sim!
Hoje decidi escrever sobre um assunto muito sério, TRANSITO e CRIANÇAS
6 Maiores erros que mães cometem ao dirigir
Nos dias de hoje, dirigir em uma cidade grande tá quase impossível, transito caótico, longos engarrafamentos, pessoas mal educadas, buzinas e assim por diante. Agora imagina tudo isso e ainda por cima, o filho chorando ou berrando no banco de trás, o celular tocando e você pensando quem será? Ufa!! Essa é uma cena clássica de uma mãe, voltando pra casa depois de pegar o filho na escolinha. 
Pensando nisso, através da minha experiência como motorista (ótima motorista por sinal kkkk) e de uma pesquisa americana decidi fiz um lista dos 5 maiores erros que nos mães cometemos ao dirigir e sabendo onde erramos, é mais fácil mudar e evitar tais erros. Pois sabemos que no transito todo cuidado é pouco e devemos sempre estar atentas.

A revista americana American Baby e o Safe Kids Worldwide, organização internacional que divulgou informações sobre segurança infantil, anunciaram os resultados de uma pesquisa exclusiva sobre mães no trânsito. Eles descobriram que 10% das 2,4 mil entrevistadas já bateram o carro enquanto transportavam os filhos. Aqui no Brasil, infelizmente, não há dados específicos sobre pais ou mães, mas números do Ministério da Saúde mostram que acidentes de automóvel estão entre as três principais causas de morte acidental de crianças entre 0 e 9 anos. Esses dados são de 2010, e a expectativa é que os números mudem com a adoção da lei das cadeirinhas, que entrou em vigor no mesmo ano. 

Mesmo com as leis, acho que é nosso dever como motoristas é dirigir da melhor forma possível para evitar acidentes. Então veja os 5 maiores erros no transito  e como evita-os.

1- Mexer em celular e eletrônicos enquanto dirige:
A principal causa de acidentes no transito é o celular, é aquela velha frase ‘ Vou atender rapidinho, deve ser importante’’ ou simplesmente dar aquela checada no e-mail, entrar no facebook ou responder aquela amiga no whatzap. Porém essa é uma atitude tão falha quanto dirigir alcoolizado. Por isso, se seu telefone tocar enquanto estiver no carro, não atende, não responda mensagens, pense na segurança do seu filho. E se for muito ansiosa, experimente colocar os aparelhos no modo silencioso e deixá-los dentro da bolsa, assim não verá e não escutará nada.

2 -Resolver problemas da criança com o carro em movimento:
Sei que é instinto materno. Quando percebemos algo de errado, o bebê chora ou os irmãos brigam, a reação imediata é olhar para o banco de trás, esticar os braços e tentar resolver o problema. Mas cuidado, essa não é a melhor opção. Claro que sei que com criança tudo é mais difícil, temos que ter olhos na frente e nas costas Mas é importante não perder o foco no trânsito. 
Caso sinta ou veja que precise tomar alguma providência, estacione em local seguro. Ou seja, se você acha que aquele choro é mais do que uma manha ou sentiu que alguma coisa não vai bem com a criança, o ideal é parar o carro em um local segura e só depois ver o que está acontecendo.

3- Pensar demais enquanto dirige:
Depois que somos mães, conseguimos fazer milhões de coisas, pensar em tudo e em todos. Isso é característica de nós mulheres especialmente após o nascimento dos filhos. Os hormônios envolvidos na gravidez e no parto agem sobre as estruturas neurais, alterando a atenção e a memória. É por isso que conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo e guardar um monte de informações. No entanto, essa característica pode dar à mãe a sensação de que está sobrecarregada ou que não consegue direcionar seu foco para uma coisa só – por exemplo, prestar atenção no trânsito. E com isso, saímos de casa pensando mil coisas: fraldas, mamadeiras, bico, brinquedos, se trancou a porta .Devido a isso uma maneira legal de se concentrar é planejamento, fazer sempre um check-list antes de entrar no carro. Assim, quando você começar a dirigir não precisa ficar se perguntando se colocou o cinto nas crianças e se trancou a porta de casa. Se estiver em uma rua movimentada e seu filho quiser conversar, explique que precisa se concentrar e que dará atenção em alguns minutos. Se possível, deixe algo com a criança para ela se entreter. Importante é evitar tirar os olhos do trânsito. 

4- Uso inadequado dos equipamentos de segurança:
O uso de equipamentos de segurança para as crianças já virou lei, mas instalar os acessórios de forma incorreta é imprescindível. Para evitar problemas, só compre produtos certificados pelo Inmetro e siga os manuais de instrução para a montagem correta.

5- Não abra exceções em relação ao uso de equipamentos de segurança:
Esse foi meu grande erro, deixar ele andar fora da cadeirinha quando vamos em algum lugar perto de casa. Hoje quase sempre é chororó para sentar na cadeirinha e colocar o cinto. Então o importante é não abrir exceções para as crianças. Sempre que estiverem no carro, elas devem estar no equipamento adequado. Se você a levar uma vez no colo, é bem provável que da próxima vez ela rejeite a cadeirinha. Segurança não é um item negociável e a criança precisa entender as regras. Quando parentes ou amigos estiverem no carro, peça para eles colocarem o cinto e darem o exemplo. Isso vai estimular o seu filho a sentar-se corretamente. 

6- Cansaço e sono:
Atenção para esse dado assustador da pesquisa americana: as mães dormem, em média, menos horas que um caminhoneiro (5h20 contra 6h50, respectivamente). O maior problema das noites mal dormidas é a diminuição do reflexo, ou seja, do tempo de resposta a acontecimentos inesperados. Isso significa não seja tão dura com você mesma, se estiver muito cansada, evite dirigir. Se aquela saída for realmente necessária, peça ajuda para o pai, avós, amigas - ou vá de táxi, levando a cadeirinha junto. Há também mães que não se sentem seguras com um bebê no carro. Se esse for o seu caso, procure alguém para acompanhá-la no trajeto e possa sentar no banco de trás para olhar seu filho. Afinal, dirigir com as crianças também não precisa virar um sacrifício!

Bem esses foram os 6 maiores erros, então minha grande dica é sempre mas sempre mesmo tenha muita calma, paciência e tranquilidade no voltante. 

LEIA TAMBÉM:
- 6 Segredos para ajudar as crianças a não ficar doentes: AQUI
- Dicas de como evitar acidentes com recém-nascidos em casa: AQUI
- Como prevenir acidentes domésticos com crianças: AQUI
- Prevenindo a morte súbita: AQUI
Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

13 comentários:

  1. Nossa super importante esse comentario.. Muitas vezes as mães se preocupar com os filhos sentados lá atras e esquecem do transito..

    Beijos
    www.umaboamae.com.br

    ResponderExcluir
  2. Tomo muito cuidado quando estou dirigindo
    mais infelizmente, penso muito sim
    nos demais tranquilo


    Lindo Dia
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. Quantas dicas boas!! Quando eu dirigia, podia qualquer pessoa me ligar eu não atendia de jeito nenhum! Com criança, sem criança. Eu sempre fui contra a esse lance telefone + volante
    BEijos

    ResponderExcluir
  4. Aqui em casa quem dirige é o marido, eu tenho trauma em dirigir, mas quando estamos no carro é tudo muito tranquilo. BJSS

    ResponderExcluir
  5. Antes de ficar gravida eu andava a 140 ou 160 km/h. Depois, se estiver a 80 km é muito. Atenção é fundamental. Pra mim o erro mais grave ao dirigir é falar ao telefone

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, super importante, porque acidentes podem acontecer! bjo

    ResponderExcluir
  7. Eu levo o Arthur todos os dias para a escolinha e prezo muito a segurança dele.
    As vezes ele faz manha e não quer a cadeirinha, eu fico braba e não ligo o carro até ele ceder.
    E celular de maneira nenhuma atendo quando dirijo, se tiver como estacionar e atender até faço, senão retorno quando parar o carro.
    Todo cuidado é pouco!
    Bjinhos.
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  8. Boas dicas! Hoje um grande problema no trânsito é que as pessoas não só atendem ligações como ficam mexendo no celular, navegando, mandando msg, acho isso um absurdo. Tira completamente a atenção ao volante.

    Bj

    ResponderExcluir
  9. Ótimas dicas!! Ainda não dirijo mais sei que precisamos ter muito atenção no transito.

    Beijos,bom final de semana!!

    ResponderExcluir
  10. Adorei as dicas
    Realmente ficamos preocupadas com tudo... Mas atenção no trânsito é prioridade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olha eu morro de medo de dirigir, eu não sei ainda, com criança então nem se fala, dirigindo ateção dobrada
    Bjs

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ótimo post, apesar de ainda não ser motorista, é muito bom ficar
    um pouco por dentro do assunto, pois conhecimento nunca é demais.

    Grande beijo
    http://www.amaedadri.com/

    ResponderExcluir
  13. Um assunto muito sério mesmo!!! Temos mania de achar que conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo, e conseguimos, mas trânsito não é brincadeira!!!
    BJKS

    ResponderExcluir

Adoramos a sua visita!
Deixe um recadinho, uma dica, um comentário ou nos conte sua experiência!
Vamos adorar ler! Bjos e Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...