9 ideias de negócios para empreender de maneira segura

Quem tem mentalidade empreendedora, acaba enxergando oportunidades de negócio em todos os eventos do cotidiano. Aquelas pessoas que só conseguem ver vantagens onde a maioria enxerga limitações e coisas negativas.
9 ideias de negócios para empreender de maneira segura
Durante o passar dos séculos o mundo enfrentou várias guerras, crises econômicas e sociais, e nem mesmo os maiores eventos negativos de cada nação conseguiram apagar das pessoas, o desejo de empreender e realizar algo novo, que traga prosperidade e benefícios para todos.

Podemos dizer que o empreendedorismo é uma qualidade inerente ao ser humano, que veio a esse mundo para criar melhores condições, que permitam a sua evolução como ser individual.

Por isso é que, mesmo com todas notícias mostrando que o país está em crise, vemos negócios novos sendo abertos nas ruas, na internet, nas casas, em todos os lugares, pois a necessidade de consumo é, também, um sinal do processo evolutivo e para que isso não se perca, ou acabe, é preciso fazer o dinheiro circular.

Recentemente ouve-se falar em “empoderamento” feminino, uma palavra que por si só significa “dar poder”, mas não podemos esquecer que, em todas as crises do mundo, as mulheres fizeram a grande diferença segurando a barra em termos sócio-econômico-culturais.

A esposa que vende marmitas com comida caseira para aumentar o orçamento da casa, a filha que vende trufas de chocolate na escola para ter seu dinheiro livre, o menino que junta revistas e jornais velhos para fazer um dinheiro na reciclagem, todos esses são exemplos de empreendedores silenciosos, que ninguém sabe que existem, mas que estão ali segurando as pontas no meio da “crise”.

A história ensinou que o homem tem que ser o provedor único da família, porém com o passar do tempo, isso mudou completamente e hoje vemos mulheres que são arrimo de seus familiares.

Com isso a “cara” dos negócios também mudou. Hoje vemos mais salões de cabeleireiro do que oficinas mecânicas, uma demonstração de que o empreendedorismo feminino está com tudo.

Se no passado a propaganda era feita de porta em porta, hoje a internet e os celulares permitem que seu empreendimento chegue para milhares de pessoas, a qualquer hora do dia e da noite.

O empreendedorismo digital é a maior e melhor realidade do momento econômico do país, você pode trabalhar de dentro da sua casa, sem precisar enfrentar o trânsito, o clima, e principalmente podendo dar vida a seu próprio sonho, o famoso adeus ao chefe. 

Se você está na corrente das mulheres que pretendem abrir um negócio próprio, veja abaixo, 9 ideias de empreendimentos rentáveis que podem ser administrados do conforto da sua casa.

9 Dicas de empreendimentos para administrar de casa e investindo pouco 
Escolhi três nichos de mercado atuais, e dentro deles, três tipos de empreendimentos que vêm se mostrando muito lucrativos, atualmente. 

ALIMENTAÇÃO
9 ideias de negócios para empreender de maneira segura
Esse nicho de mercado é o único que traz lucros a curto prazo, pode ter a crise que for, as pessoas não deixam de comer, seja salgado, ou doce. Assim, quem entra para o ramo alimentício constitui um negócio lucrativo. 

Para trabalhar com esse ramo de negócio é preciso ter alguma habilidade culinária, ou então fazer uma parceria com alguma amiga que tenha essa habilidade, e você faça apenas a parte administrativa e cuide das vendas (parcerias são uma ótima maneira de combinar forças e ter sucesso). 

Veja abaixo 3 idéias de negócios lucrativos dentro desse nicho de mercado.

1 - Brigadeiro Gourmet
É a mais nova febre das festas e eventos, hoje em dia todo mundo quer provar o brigadeiro feito de sabores inusitados, e que possui recheios convidativos. 

Brigadeiro de paçoca, de frutas, com recheio de bebidas, cobertos com raspas de coco, de chocolate, uma verdadeira festa para os olhos e paladar. Para fazer esse tipo de doce não é preciso prática culinária, já que existem muitos cursos pagos e gratuitos que ensinam essa arte. 

O custo para fazer uma receita pode ser bem acessível, dependendo do tipo escolhido, e as vendas costumam ser feitas em lanchonetes, restaurantes por quilo, de porta em porta, para os amigos, para os parentes, para buffets, na porta de escolas. 

O valor de venda varia de cidade em cidade, nas grandes capitais um brigadeiro gourmet, de tamanho pequeno, chega a ser vendido a R$ 4,50 (quatro reais e cinqüenta centavos – preço de São Paulo, região dos jardins), partindo do princípio que uma receita básica faz até 30 doces (em média) o lucro é bem convidativo. 

A forma principal de divulgação é a internet, não se engane achando que, por ser um negócio caseiro você não possa divulgar online, crie uma página no facebook (a maior rede social da atualidade), escolha uma foto de capa bem chamativa e divulgue seu trabalho. 

2 - Bolo no pote
Outra moda que pegou com tudo, é o famoso bolo no pote, você faz uma receita de bolo grande e depois monta em marmitinhas de alumínio ou em potes de plástico, acondicionando junto uma colher, para o cliente saborear a guloseima. 

Qual o diferencial desse bolo? Primeiro, se você fizer vários tipos, as pessoas poderão experimentar de todos, devido ao tamanho menor e preço mais acessível. Outra vantagem é o transporte, é muito mais fácil levar um pedaço de bolo que está acomodado em um potinho, do que o pedaço de bolo em cima de um pratinho. 

O público desse tipo de produto está espalhado por todos os lugares, assim oferecer em bares e restaurantes também é opção, a única diferença é que esses bolos precisam ser guardados sob refrigeração.

Experimente fazer panfletos e distribuir nos comércios e empresas da sua região, crie um serviço de entregas (que pode ser um adolescente com uma bicicleta, ou ainda um motoboy) para atender os clientes rapidamente. 

Faça amostras e leve em buffets que costumam fazer parcerias com doceiras para a realização de festas e eventos, crie os sabores famosos e também alguns que sejam novidade para cativar o público.

3 - Chocolate Caseiro
Quando falamos de chocolate caseiro, queremos dizer trufas, bombons, pirulitos, ovos de páscoa, plaquinhas comemorativas e uma infinidade de coisas que podem ser feitas com chocolate em barra. 

Muitas mulheres pensam que o mercado está saturado para esses produtos, porém todo restaurante possui trufas e bombons no local onde fica o caixa (aquele paraíso de guloseimas que os restaurantes colocam estrategicamente perto do local de pagamento). 

Não preciso dizer que esses locais seriam uma ótima forma de vendas. Algumas datas comemorativas costumam ser muito lucrativas, a Páscoa é a principal delas, faça os ovos comuns e também os de colher e invente recheios para cativar seus clientes, no natal também é possível encantar com caixas de bombons e pirulitos de chocolate. 

O custo inicial pode ser bem baixo, já que formas e espátulas são ferramentas que usará por tempo indefinido, uma barra de chocolate de 2,4 quilos (dois quilos e quatrocentos gramas), custa, em média R$ 48,00 (preço de São Paulo), e rende em torno de 200 trufas, o preço médio de venda chega a R$ 4,00 (SP) a unidade (tamanho grande).

ARTESANATO
9 ideias de negócios para empreender de maneira segura
Outro grande nicho de mercado com muitos micro nichos lucrativos, é o artesanato. Aqui compreendemos todo tipo de trabalho feito à mão que pode ser para uso pessoal, ou decorativo.

Vamos conhecer três negócios super lucrativos dentro desse nicho? 

1 – Patchwork
Traduzindo literalmente, patchwork quer dizer “trabalho em retalho” e é justamente o que esse artesanato faz. Juntando retalhos de tecidos dá para fazer bolsas, malas, toalhas de mesa, colchas, e uma infinidade de produtos para uso pessoal e para a casa. 

Existem muitas técnicas dentro do patchwork, o que significa que você pode se especializar em alguma delas, ou saber um pouco de cada uma. Os locais para venda são lojas virtuais (com envio dos produtos pelo correio), inclusive existem shoppings virtuais para artesãs como o ELO7 e o Tanlup. 

Como existem muitas artesãs trabalhando com esse nicho, é bom estudar técnicas novas e usar a criatividade para criar produtos diferenciados, porém como em todo comércio existem as datas que proporcionam mais chances de vendas, como natal, dia das mães, dia dos namorados. 

2 – Feltro
O tecido com aspecto de lã, é muito eclético e pode ser usado de diversas maneiras para criar inúmeras peças. 

O uso principal é para confecção de bonecos e bichos que podem ser usados como chaveiros, brinquedos, colecionáveis e utilitários. 

A linha infantil é a que costuma receber mais atenção, guirlandas para porta de maternidade, lembrancinhas de nascimento e batizado, apliques em bolsas e acessórios, tudo pode ser feito com feltro. 

Para trabalhar com feltro é preciso ter habilidade com agulhas e linhas e muita criatividade, o produto possui preço acessível e é possível fazer várias peças com um metro de tecido, o que aumenta a lucratividade. 

O único “senão” é que alguns produtos podem ser bem trabalhosos, pois são muito detalhados. Escolha itens mais fáceis de confeccionar, para ter maior produção, e poder fazer preços de venda acessíveis. 

3 – Scrapbook
Pulando de tecido para papel, outra técnica de artesanato lucrativa é o scrapbook, que traduzido literalmente ficar “livro de sucata”, mas que na verdade é uma arte feita com papéis especiais. 

Os produtos que podem ser produzidos com scrap são álbuns para fotos, livros de assinatura, cartões, tags, e uma infinidade de outros usos. Atualmente, existe também o scrap festa, que consiste na confecção de decoração para festas usando papéis e técnicas de scrapbook. 

Dos três artesanatos falados aqui, esse é sem dúvida, o que mais precisa de investimento, já que os cortadores, carimbos e tesouras especiais costumam ser caros, pois são importados (existem similares no mercado nacional, porém com qualidade bem inferior). 

Para trabalhar com scrap é preciso ter paciência (para recortar figuras bem pequenas), e muita criatividade para criar composições que sejam harmônicas. Existe muito material sobre esse assunto na internet, então é fácil pegar várias referências e criar seu próprio estilo.

MARKETING DIGITAL
9 ideias de negócios para empreender de maneira segura
Claro que em um artigo sobre ideias de negócios não poderia faltar o marketing digital. Esse nicho de mercado está no Brasil há poucos anos, mas já é responsável por milhões de reais movimentados nesse período. 

A base do marketing digital é trabalhar usando a internet como base de negócios. Atualmente muitos empreendedores estão ganhando muito dinheiro trabalhando apenas dessa maneira. 

Conheça três tipos de negócios lucrativos que usam como base, o marketing digital. 

1 – Redação
Quem trabalha com a internet precisa ter um blog, página no face, canal no youtube, mini-site, ou e-commerce. Seja lá qual for o foco, essas pessoas precisam de conteúdo nesses locais. Inclusive, o marketing de conteúdo é a melhor maneira de atingir um público e fazer vendas.

Nem todo mundo sabe escrever artigos, por isso o mercado para redatores voltados para blogs e afins está em franca expansão. Se você gosta de escrever sobre assuntos variados, e não tem problemas com a ortografia e concordância verbal, pode começar a trabalhar com esse nicho.

Para começar a conquistar clientes, crie uma página no facebook e divulgue seu trabalho. Pode ser interessante ter um blog sobre algum assunto que você goste, para as pessoas verem seu estilo literário. Faça um curso voltado para redatores web e conquiste seus clientes. 

2 – Mercado de afiliados
Talvez, a melhor maneira de trabalhar pela internet que existe. Afiliada é uma pessoa que vende produtos de outras pessoas, e ganha comissões por cada venda realizada. 

No marketing digital existem os infoprodutos (produtos digitais) que podem ser cursos, e-books, vídeos, e que resolvem os problemas de uma determinada audiência. 

Afiliar-se a esses produtos e promove-los, é uma boa maneira de fazer vendas e ganhar as comissões. Para divulgar esses produtos é bom ter um blog, canal no youtube, ou página no face (ou tudo isso junto) e criar conteúdo relativo ao nicho de mercado do produto. 

Constituir autoridade dentro de seu nicho de mercado é meio caminho andado para fazer vendas, quanto mais vendas, mais comissões. Fazer um curso sobre como trabalhar pela internet, é importante para conhecer tudo que envolve esse ramo, que está conquistando milhares de pessoas todos os dias. 

3 – Blogueira 
Você já deve ter visto muitas mulheres que ficaram famosas por serem blogueiras (Juliana Góes, Camila Coelho, Bia Andrade) e essa também é uma maneira de empreendedorismo feminino.

No caso dos exemplos, todas elas são conhecidas por trabalharem no nicho de beleza, inclusive a Juliana Góes também enveredou pelo nicho de desenvolvimento pessoal e possui um curso sobre auto-conhecimento.

Você pode criar um blog sobre qualquer assunto, porém é importante ser algo que as pessoas estejam procurando para você ter algo para oferecer e ganhar dinheiro. Tendo um blog você pode fazer vendas como afiliada fazendo resenhas de produtos e ainda pode alugar espaços dele para o google colocar anúncios, ganhando dinheiro com o google adsense. 

Dica extra para você que deseja ter seu negócio próprio 
Seja qual for o ramo de negócio escolhido, tenha em mente que precisa ser algo que você goste de fazer, ou que pelo menos, queira aprender, pois essa será sua ocupação por um bom tempo. 

Então, antes de partir para um empreendimento, coloque no papel todas as suas ideias e escolha aquela que mais parecer simpática e com a qual tenha afinidade. Fazer algo que você goste é o primeiro passo para ter sucesso!


Autora: Cirlene Alves
Instagram:  @cirlenealves.coach



Venha participar dessa coluna conosco! Deixe sua dúvida, pergunta, sugestão, qual tema gostaria de ler aqui sobre empreendedorismo! 

Acompanhe o Blog nas redes sociais e fique por dentro de TUDO! 

0 comentários:

Postar um comentário

Adoramos a sua visita!
Deixe um recadinho, uma dica, um comentário ou nos conte sua experiência!
Vamos adorar ler! Bjos e Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...