Conecte-se com seu Amor Próprio e desperte seu Poder Pessoal

O amor é um sentimento que promove boas transformações. Através dele é possível alcançar objetivos, superar desafios e, por fim, é possível ser feliz. Ao se conectar com o seu amor próprio, seu poder pessoal automaticamente aflora. Tudo passa a ser diferente. A vida ganha um novo e real sentido e te explicaremos porquê.
Por jcomp / Freepik

Em primeiro lugar, o amor próprio, como a própria palavra já diz, é o amor que as pessoas sentem por si mesmas. É uma maneira de se valorizar. Pessoas que se valorizam acreditam em si mesmas. 

Não se mostrando ser superiores as demais, porém reconhecem em si a capacidade para romper barreiras. Possuem habilidades inerentes ao próprio caráter.

Amor próprio como aprendizado
Inevitavelmente estamos em um mundo repleto de competições e rixas. Diante das incertezas do cotidiano sempre há quem ganhe e quem perca. É verdade que não dá para ganhar sempre. E é quando se perde que é preciso se valer do amor próprio para reconhecer que é preciso melhorar para da próxima vez o resultado possa ser positivo.

Através do amor próprio é possível trabalhar cada vez melhor o controle emocional. Indivíduos que chegam neste nível são mais felizes justamente porque lidam melhor com as situações impostas pelo cotidiano.

Como praticar o amor próprio?
O amor próprio possibilita que façamos algo de que gostamos. Gostar de si mesmo também pode ser reflexo do que fazemos, ou seja, mesmo que não dê para fazer algo de que gosta sempre e por longos tempos, faço-o mesmo que brevemente, por curtos períodos. Isso relaxa a mente e te faz se sentir mais forte para encarar a semana.

Os pensamentos influenciam no amor próprio
Há situações da vida que nos fazem guardar por longos períodos alguma coisa que tenha nos prejudicado. Não é bom, porém, ficar recordando de situações negativas, pois isso só nos coloca para baixo. O mais importante é erguer a cabeça e continuar em frente. 

Quem sente amor próprio não fortalece a fraqueza nos rancores proporcionados pela vida, mas rejuvenesce suas forças na certeza de dias melhores para se viver no presente. O que de ruim ficou no passado, deve ser esquecido, pois lembrar é viver apenas do que realmente importa que são os bons momentos.

O amor próprio impede comparações
Quem sente amor próprio não fica se comparação com outras pessoas. A comparação não mede o amor de quem compara com quem é comparado. Independentemente da existência do outro, você não deixará de existir. 

As diferenças proporcionam maiores diversidades. O amor próprio não é algo que se resume apenas nas aparências, em querer ver se quem compara é mais bonito do que quem é comparado.

Na vida sempre haverá pessoas superiores e inferiores. Porém, mesmo quem está na vantagem quando se compara, não possui amor próprio. Pelo contrário, busca no ego e na vaidade apenas uma maneira de suprir a ausência do amor próprio que é o que lhe falta.

O amor próprio não está na foto tirada, nos momentos marcantes registrados. O amor próprio está no cuidado que se tem de si, independentemente das qualidades e defeitos.

0 comentários:

Postar um comentário

Adoramos a sua visita!
Deixe um recadinho, uma dica, um comentário ou nos conte sua experiência!
Vamos adorar ler! Bjos e Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...