Simplesmente amamente!

O termo amamentar é algo que nos transmite a sensação de carinho, cuidado, dedicação. Mas, verdade seja dita, nem sempre amamentar é uma tarefa das mais fáceis e chega, muitas vezes, a ser doloroso.
Simplesmente amamente!
Acontece que nada disso é capaz de diminuir o amor que une mamães e bebês durante esse ato tão singelo. Afinal, a amamentação é responsável pelo estímulo do vínculo afetivo entre a mãe e o bebê, como explica a psicóloga Láila Dayse Farias, do Serviço de Saúde Mental do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), no Rio de Janeiro. Ela afirma que “a primeira relação social do bebê seria com a figura da mãe, representada pelo seio materno”. A psicóloga completa dizendo que “o prazer proporcionado pelo ato de sugar e o amparo da mãe fazem com que o bebê se sinta acolhido e seguro”. E esse vínculo é muito importante e significativo para a saúde de ambos.

Obviamente, o vínculo entre mãe e bebê é um processo que se estabelece já na gravidez e segue por toda a vida, mas é no momento da amamentação que ele se fortalece. O cuidado e a alimentação feitos com afetividade transmitem segurança e aconchego à criança.

Além de já estar sempre pronto e na temperatura ideal, o leite materno é de fácil digestão, provoca menos cólica e funciona como uma vacina natural – que não substitui o calendário básico de vacinação, importante salientar – capaz de proteger a criança contra doenças como anemia, alergias, infecções, obesidade e intolerância ao glúten. Já a sucção colabora para o desenvolvimento da arcada dentária, da fala e da respiração.

No caso da mãe, a amamentação contribui para a recuperação do útero, diminuindo o risco de hemorragia e anemia após o parto. Além disso, ajuda a reduzir o peso e a minimizar o risco de desenvolver, no futuro, câncer de mama e de ovário, além de doenças cardiovasculares e diabetes. Outro fator importante é a diminuição no risco de osteoporose e o aumento do bem- estar e da autoestima, fazendo com que a mulher se sinta mais segura e confiante. 

Dados dão conta de que a amamentação cresceu 52% após uma campanha de incentivo promovida pelo Ministério da Saúde. Mas, independente de números e regras, temos sempre que nos lembrar de que amamentar é um ato de amor que nutre não só o corpo físico pelo alimento, mas que nutre também a alma com afeto. 

Se você pode amamentar, amamente! Não prive você e nem o seu filho dessa experiência de entrega e amor.

LEIA TAMBÉM:
Conecte-se com seu Amor Próprio e desperte seu Poder Pessoal: AQUI
Maternidade e Vida Profissional: Como conciliar? AQUI
Você tem sido grata pelas coisas que acontecem com você? AQUI
Ser mãe é uma linda história de amor que vai durar para sempre: AQUI

0 comentários:

Postar um comentário

Adoramos a sua visita!
Deixe um recadinho, uma dica, um comentário ou nos conte sua experiência!
Vamos adorar ler! Bjos e Volte Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...